Tamanho do texto

A campanha "Móveis Eficientes" pretendem mostrar que deficiências não interferem no desempenho do trabalho

Pessoas com deficiência sofrem preconceitos diariamente. No ambiente de trabalho, isso começa desde a fase de entrevistas - as empresas devem cumprir com uma porcentagem de pessoas com deficiência em seu quadro - e se estende no dia a dia quando a eficácia desses funcionários é, de alguma forma, questionada. 

Na campanha 'Móveis Eficientes' os 'pés' de cadeiras, bancos e mesas foram trocados por próteses
Divulgação
Na campanha 'Móveis Eficientes' os 'pés' de cadeiras, bancos e mesas foram trocados por próteses

A campanha "Móveis Eficientes" tem como objetivo mostrar que a realidade é exatamente o contrário e ir de encontro com esse preconceito. Para isso foram criadas cadeiras, bancos e mesas que tem próteses no lugar dos "pés", mostrando que esse detalhe não compromete a eficácia e nem a eficiência dos móveis. 

A intenção é mostrar que a deficiência não influencia no trabalho da pessoa
Divulgação
A intenção é mostrar que a deficiência não influencia no trabalho da pessoa

A mensagem que a Y&R, em parceria com a ONG ITS Brasil, quer passar com a campanha é a de que profissionais com deficiência contribuem da mesma forma que qualquer outro. De acordo com Rui Branquinho, VP da Y&R, a intenção é provocar reflexão sobre o fato. 

A campanha foi feita por um parceria entre  Y&R, a ONG ITS Brasil, a Oppa e o marceneiro Rodrigo Silveira
Divulgação
A campanha foi feita por um parceria entre Y&R, a ONG ITS Brasil, a Oppa e o marceneiro Rodrigo Silveira


    Leia tudo sobre: Casa

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.