Nova linha da Lola Cosmetics, Danos Vorazes
Divulgação
Nova linha da Lola Cosmetics, Danos Vorazes

No ano passado a Lola Cosmetics lançou um novo produto que conta em sua composição com Kombucha e  Cannabinoid Active System (CBA), um ativo seguro que chega próximo aos efeitos do canabidiol. Trata-se da linha Danos Vorazes, que tem como premissa levar o tratamento do salão de beleza para a casa.

Voltados para cabelos danificados , os produtos prometem controlar o frizz, auxiliar a reparação tecidual, proporcionar relaxamento de voltar à saúde e vitalidade dos fios. Isso tudo por meio de ativos totalmente naturais e complexos probióticos na fórmula que dão proteção antioxidante e ação anti-inflamatória aos fios. 



A linha é integrada por um Shampoo Fortificante (R$33,90), um Booster de Reparação Imediata, que é um condicionador líquido (R$42,90) e um Leave-In com proteção térmica de até 230ºC (R$35,90). Assim como todos os produtos da Lola, é cruelty free, vegano, tem embalagem reciclável e não possui sulfatos, parabenos, silicones, óleos minerais, parafina ou organismos modificados em sua fórmula.

Para saber como a nova linha da Lola funciona, as repórteres Camila Cetrone e Paola Churchill testaram o shampoo, o condicionador líquido e o leave-in para finalização, para experimentar os produtos. Confira as avaliações a seguir.


Opinião da repórter Camila Cetrone


Fiquei bem curiosa para testar a nova linha, não só pela base de canabidiol e kombuchá, mas pela promessa de controle do frizz, uma das minhas maiores queixas. Meu cabelo é liso e oleoso na raiz e cacheado e mais seco nas pontas, com cachos tipo 2C e 3A. 


A primeira coisa que reparei no shampoo fortificante foi sua textura: não é aquele shampoo pesado e que demora para cair na mão, mas a consistência é mais líquida. Isso acontece em shampoos que têm ingredientes leves. Uma reação interessante que tive foi sentir que o shampoo não ressecou meu cabelo antes do uso do condicionador, como acontece com a maioria. Os fios foram se amaciando enquanto eu lavava e essa sensação se manteve até mesmo depois do enxágue, antes de passar o condicionador. Ganhou pontos positivos comigo.

O condicionador é o produto mais curioso dessa linha. Ele é totalmente líquido e funciona como um booster de reparação imediata. Fiquei com o pé atrás porque nunca tinha usado um condicionador líquido e imaginei que não se adaptaria bem ao meu cabelo. Em vez de colocar nas mãos, direcionei o bico diretamente nos fios e senti o cabelo esquentar. A comunicação da Lola explicou para nós que essa reação é normal do produto devido ao Kombucha e o CBA Cannabinoid. É bem engraçado no começo, mas depois fica bem relaxante. 

Ao passar as mãos para espalhar o condicionador pelas pontas, mais surpresas: o cabelo fica ainda mais macio. A textura do produto começa a ficar mais viscosa e é uma delícia mexer e desembaraçar os fios. Quanto mais você deixa agir, mais emoliente o produto fica — e senti que mais sedoso também. Tinha demorado para me acostumar com o cheiro dos produtos na embalagem, mas no cabelo dá para sentir uns tons bem refrescantes e naturais, é bem gostoso.

Minha experiência com o Leave-In foi um pouco diferente e eu tive que encontrar novas maneiras para usar de uma forma que funcionasse comigo. Na primeira vez, usei para fazer a fitagem no cabelo e espremer para modelar os cachos, logo depois da lavagem. Eu, que gosto de volumão, vi que meu cabelo ficou mais liso e preso ao meu rosto, o que não me agradou tanto. Por outro lado, deu para perceber que estava mais macio. Acredito que o Leave-In pode ser adotado melhor para finalizar cabelos lisos e cacheados porque cabelos crespos e cacheados precisam de cremes mais consistentes para segurar a modelação.

Você viu?

Na segunda vez, decidi finalizar o cabelo logo após o banho com o modelador de cachos habitual, que é um pouco mais grosso, e deixei secar naturalmente. Deixei o Leave-In para o day after: depois de umedecer os cachos, coloquei uma quantidade pequena nas mãos, espalhei e comecei a amassar os fios. Além de ter melhorado o frizz, ajudou a reavivar os cachos no dia depois da lavagem. A tendência é que eu lave o cabelo depois de três ou quatro dias; então, nos outros dois dias antes da lavagem, umedeço menos e aplico uma quantidade menor ainda nos fios para não provocar a oleosidade. 

Mesmo com poucas vezes de uso, senti que meu frizz diminuiu consideravelmente e meus fios estão bem mais macios. Como alguns cabelos cacheados não podem ser penteados todos os dias, percebi que as pontas embaraçadas e até mesmo os nós não se formaram mais depois que comecei a usar.



Opinião da repórter Paola Churchill


A coisa que eu mais gostei quando vi os produtos foram o cheiro do shampoo e do booster, não tem uma fragrância forte nem nada, tem um aroma bem gostoso. apesar de ser muito sutil, deixa o cabelo muito cheiroso. 

Meu tipo de cabelo é cacheado, com cachos mais fechados para o 2C/3A. Além disso, ele é muito seco, então é muito importante usar produtos que nutrem e hidratam bastante. A primeira vez que eu lavei com a linha Danos Vorazes, achei que a linha não fosse dar conta. 

A textura dos produtos é bem líquida, diferente dos shampoos que eu estava acostumada. Mas, assim que eu passei, eu senti que é como se ele fosse entrando mais fácil nos fios e já começou a desembaraçar. Ali mesmo já ganhou meu coração. 

A parte do condicionador, para mim, é a mais legal da linha: é totalmente líquido. O rótulo diz que necessário chacoalhar um pouco antes de usar; fiz isso e assim que apliquei na mão e esfreguei, deu uma aquecida na minha mão, mas como Camila disse anteriormente, é normal o produto fazer isso. 

Se você tem o cabelo ressecado igual ao meu, o condicionador, apesar de ser leve, ajuda a hidratar as madeixas. Eu tive que passar duas vezes, para ter certeza que daria certo e deu! Eu senti meus cabelos limpos e hidratados, além de muito cheirosos mesmo. Eu super recomendo o shampoo e o condicionador. 

Outra coisa que eu percebi após o meu cabelo estar seco, é que diminuíram as minhas caspas (tenho algumas por conta do couro cabeludo ressecado e são poucos produtos que me ajudam com isso). 

Agora chegamos na parte do leave-in da linha. Como dito anteriormente, toda a linha é feita com ingredientes suaves. No meu cabelo, ele não ficou do jeito que eu queria, gosto do meu cabelo bem definido e volumoso. Talvez, se a pessoa tiver o cabelo liso ou ondulado, funcione melhor. 

No dia seguinte, eu tentei novamente o leave in, mas fiz uma misturinha com outros produtos para finalizar e dessa vez deu certo. Toda a linha, eu super recomendo. Talvez você tenha que fazer alguns ajustes para um melhor desempenho para o seu tipo de cabelo, mas é um produto que vale a pena investir.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários