Cabelo ralo e caindo demais? Especialista dá dicas que vão te ajudar a cuidar disso
shutterstock
Cabelo ralo e caindo demais? Especialista dá dicas que vão te ajudar a cuidar disso

Aos poucos o cabelo foi perdendo vida, ficando mais quebradiço e até mais ralo, com aquele aspecto "minguado". Esse cenário não é nada agradável, mas pode acontecer com qualquer um depois de diversos procedimentos químicos que agridem os fios , como alisamento ou descoloração, e também com o avanço da idade

"O cabelo ralo é resultado de uma menor quantidade de fios, e o cabelo fino, por sua vez, é consequência de fios com menor densidade", fala Viviane Coutinho, especialista em tricologia e Membro e Docente da Academia Brasileira de Tricologia.

A profissional dá detalhes sobre o que pode deixar o cabelo ralo e sem vida. "O próprio processo de envelhecimento da pessoa, tendências genéticas, até uma alimentação desregulada e o estresse são capazes de alterar a natureza dos fios e deixá-los sem vida", comenta Viviane. 

Itens do dia a dia em excesso, como secador e chapinha, e cabelos danificados por procedimentos químicos também podem apresentar o problema. Diante disso, é importante procurar um especialista ao notar mudanças em seus cabelos. "Descobrir qual é a causa do cabelo estar mais ralo é o melhor caminho para iniciar o tratamento adequado. Para recuperar a vitalidade dos fios, o primeiro passo é ter essa informação em mãos", diz a tricologista. 

Você viu?

Sinais de alerta

É natural que o cabelo caia, mas se notar um aumento na quantidade de fios perdidos em um dia, fique atenta. "Quando os fios estão mais fracos, eles tendem a quebrar mais facilmente e cair com maior regularidade. Se a pessoa estiver perdendo uma grande quantidade de cabelo ao longo do dia, é bom ligar o sinal de alerta”, explica Viviane. 

Também é válido fazer uma observação mais minuciosa na área da cabeça. "Se houver grandes áreas com poucos fios, ou um aumento de tamanho nas linhas ao dividir o cabelo, evidenciando o couro cabeludo, fique ainda mais atenta", completa a especialista. 

O que fazer em casos de cabelos ralos e sem vida?

Assim como as causas desse problema podem ser diversas, os tratamentos também são. "Para aos que aderem à química, é possível recorrer a outros tipos de alisamento. Já no caso das pessoas mais velhas, os agentes antioxidantes também são ótimos aliados para retardar o processo", comenta Viviane. 

O melhor caminho, segundo a especialista, é cuidar dos fios para prevenir que eles fiquem ralos ou quebradiços. Para isso, vale apostar em  uma boa alimentação e também alguns produtos e uma rotina de cuidados

"O cabelo é um marcador biológico e reflete nossa imagem pessoal e sua ausência ou diminuição nos faz mudar muitos comportamentos”, diz a tricologista. "Nunca é só sobre cabelo. Precisamos nos cuidar para termos qualidade de vida e mais autoestima", conclui. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários