Laura Heath
Reprodução
Laura Heath


Laura Heath, 24 anos, de Staffordshire, mostrou que deu a volta por cima após sofrer uma onda de ódio on-line. A jovem, que é paramédica, postou uma selfie no Twitter em março e foi extremamente atacada pelos internautas. No clique, ela aparecia perto de uma ambulância, sem máscara e maquiada, falando que sentia muito orgulho de estar na linha de frente contra a Covid-19.


Depois de alguns meses, Laura contou ao programa "Good Morning Britain" que vários usuários do Twitter a criticaram por aparecer bem arrumada na foto. Alguns chegaram a falar que ela seria "a razão de o número de mortos pela Covid-19 estar aumentando" e dizendo que "não seriam tratados por ela".

Os telespectadores rapidamente apoiaram Laura, considerando a jovem uma "inspiração para meninas".

Falando sobre a reação que recebeu da selfie, Laura disse: "As pessoas estavam realmente me apoiando e eu recebi muitas mensagens e muitos elogios e foi ótimo". "Mas, aos poucos, tiveram reações de ódio, comentando sobre minha maquiagem e aparência e dizendo que eu era o motivo do aumento do número de mortos e que eles não seriam tratados por alguém como eu", lamentou a paramédica.

Depois da aparição da jovem no programa, muitos telespectadores foram ao Twitter comentar como ela é "adorável e incrível" e disseram a ela para "ignorar os haters desagradáveis".

"Mulher atraente, inteligente e bem-sucedida, alvo de cretinos presos no porão de suas mães e idiotas enfadonhos que não entendem que uma mulher tem todo o direito de fazer o que ela quer... Laura, você é uma inspiração para muitos meninas", disse um. "Pessoas como Laura deveriam ser celebradas, não linchadas", escreveu um outro.

Explicando por que postou a selfie, Laura disse que estava se sentindo "sem confiança" no auge da pandemia do novo coronavírus e queria postar uma foto em seu uniforme para mostrar como estava "orgulhosa" de seu trabalho. "Postei a foto porque era meu perfil pessoal e às vezes posto fotos minhas com ou sem uniforme", disse Laura.

A funcionária do NHS disse ainda que seu trabalho é sua prioridade máxima e que ela não entende por que uma foto gerou uma reação negativa tão forte. "Meu trabalho é minha prioridade número um", disse ela, "E eu sou jovem, tenho 24 anos, sinto que posso postar uma foto, se quiser. Não sei por que isso me torna uma pessoa tão má".

Laura foi então questionada pela apresentadora Kate Garraway sobre se ela sentia que o motivo de sua reação negativa se devia às diferenças de atitude entre as gerações mais velhas e as mais novas. "Provavelmente", disse Laura, "nunca saberei as verdadeiras razões, mas posso deduzir que isso provavelmente desempenha um papel importante, provavelmente é uma coisa de geração". "Mas não quero que as pessoas me julguem por isso e pensem que sou uma pessoa má, porque não sou", finalizou.

    Leia tudo sobre: maquiagem

    Veja Também

      Mostrar mais