Os cuidados com a beleza não pararam mesmo com a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Com os salões de beleza fechados, aprender a fazer as unhas, pintar cabelo ou hidratar os fios virou quase uma "missão de sobrevivência" para os mais vaidosos, porém é importante ter cuidado com algumas atividades.

Leia também: 4 tutoriais para cortar o cabelo que são sucesso na web

unha
Reprodução
Como resolver o problema da unha encravada durante a quarentena?

Cortar as unhas, por exemplo, pode causar problemas sérios como o da unha encravada . Se você está nessa situação e não sabe a quem recorrer, o Delas conversou com a podóloga Malu Pinheiro, coordenadora técnica da Doctor Feet, para esclarecer as dúvidas mais frequentes.

Segundo Malu, o maior erro das pessoas é tentar desencravar a unha em casa. O processo é perigoso e o mais recomendado é que seja feito por um profissional capacitado.

"A pessoa deve procurar um profissional de podologia imediatamente e agendar um horário. Por se tratar de uma emergência, é possível encontrar um médico para fazer o atendimento sem descumprir as recomendações de higiene e com horário marcado, evitando aglomerações. Para retirar uma unha encravada é necessária a técnica correta, caso isso não aconteça, o cliente corre riscos de agravar o quadro gerando a inflamação da unha", explica.

Caso precise sair, lembre-se de usar máscara para a sua proteção e a dos demais. Higienize bem as mãos e evite colocar as mãos no rosto enquanto estiver na rua. Ao chegar em casa, troque de roupa e tome banho.

Como evitar ter unha encravada?

Todo mundo pode ter a unha encravada em algum momento da vida. É muito comum na região dos pés, uma região que geralmente é negligenciada nos cuidados com o corpo. Por isso, a podóloga tem dicas de como evitar esse desconforto.

"Os cuidados com os pés devem ser feitos desde a infância até a vida adulta. Desse modo a escolha do sapato adequado para cada tipo de pé e pisada é fundamental. Evite comprar sapatos apertados ou mesmo frouxos demais, use meias que absorvam de forma adequada a transpiração dos pés e hidratantes desenvolvidos especificamente para essa região. Observe pelo menos 1x por semana se há alguma alteração na coloração das unhas, bem como o espessamento ou descolamento", enfatiza.

O momento de cortar as unhas em casa também precisa de atenção. Procure fazer da forma menos invasiva possível. "Busque cortá-las de forma reta, não tão curta, arredondando os cantos com o auxílio de uma lixa. Se não tiver habilidade com o alicate, lixe a unha até o tamanho que o incômodo diminua. Sempre tome muito cuidado ao fazer esses procedimentos para que não ocorra ferimentos", explica Malu.

Leia também: Dicas para acertar no ácido hialurônico

E se além de todos os cuidados para não ter unha encravada você também queira aprender a manter a saúde dos pés em dia, confira as dicas da profissional abaixo:

Faça alongamentos 


Ao final do dia eleve os pés para diminuir o inchaço e facilitar o retorno venoso.

Esfolie a região

Uma receita que pode ser feita quinzenalmente para uma esfoliação caseira nos pés: 

  • Misture ½ colher (sopa) de fubá
  • 1 colher de açúcar mascavo 
  • 1 colher de óleo de amêndoas
  • 1 colher de azeite de oliva


Passe nos pés em movimentos circulares, principalmente nas áreas como calcanhar e planta dos pés. Deixe agir por cinco minutos e depois retire o produto dos pés com água morna. Seque-os bem e em seguida passe creme hidratante e calce uma meia confortável para evitar escorregões.

    Veja Também

      Mostrar mais