Tamanho do texto

Adelin Moeel sofreu com transtornos alimentares para tentar emagrecer e viu nos procedimentos estéticos uma "solução" para se sentir mais bonita

A norueguesa Adelin Moeel, de 22 anos, já gastou mais de 11 mil libras esterlinas (R$56,2 mil) com diversos procedimentos estéticos, entre botox, preenchimento labial e silicone nos seios e no bumbum. Segundo ela, foi o bullying que a fez querer fazer plástica.

Leia também: Mulher gasta R$242 mil em procedimentos estéticos para se parecer com a Barbie

Adelin Moeel arrow-options
Reprodução/Instagram/adelinmoeel
Adelin Moeel afirma que fazer plástica é 'viciante', mas que é importante pensar que a beleza 'vem de dentro'

Ao The Sun , Adelin conta que sempre ouviu comentários sobre sua aparência e peso, mas foi quando estava com 116 kg que se tornou consciente de que queria emagrecer. Então, ela fez uma dieta radical, comendo apenas 800 calorias por dia, e, aos 18 anos, chegou a 57 kg.

"Sempre fui obcecada pela minha aparência e sempre fui uma garota grande, gorda e alta. Tive problemas com o meu peso desde criança. Foi muito difícil, porque eu não tinha amigos. Sempre me destaquei entre as outras crianças da escola. Me sentia de fora e os meus colegas não eram legais sobre o meu peso. Sentia como se houvesse algo errado que precisava mudar", disse. 

Leia também: "Quase destruí meu rosto", diz mulher que gastou R$2,2 milhões em plásticas

Então, ela começou a fazer plástica . Diagnosticada com anorexia e bulimia, Aderlin passou a procurar por procedimentos, como preenchimento e botox, a cada seis meses. Com o tempo, a jovem ficou "cansada de se sentir doente" e decidiu tratar os transtornos alimentares, mas a paixão pela estética permaneceu. 

Hoje com 84 kg e com gastos que ultrapassam R$56 mil, ela já aumentou os seios e o bumbum, além de manter as injeções de ácido hialurônico nos lábios e de botox. "Me sinto muito melhor sobre mim mesma agora que fiz todos esses procedimentos . Mas eu sinto que nunca vou ter terminado completamente com as plásticas. Pode ser um pouco viciante", comenta.

"As cirurgias fizeram eu me senti melhor porque não preciso me preocupar mais com a minha barriga e os seios grandes me deixam confiante, acho que me deixam mais bonita e eu acho que fico melhor assim, então me ajudou muito." 

O objetivo de Adelin atualmente é se tornar uma sensação do Instagram e está pensando em vender fotos online para ganhar dinheiro — e financiar outra cirurgia plástica . "Tenho ser feliz comigo agora, mas acho que colocaria mais silicone no bumbum se tivesse dinheiro. É difícil porque nunca vou estar 100% feliz, não importa o quanto eu mude em mim."

Leia também: Jovem gasta R$ 182 mil em cirurgias plásticas após sofrer bullying na escola

"É mais importante se você é feliz internamente e encontra paz em quem você é. É importante saber que a verdadeira beleza vem de dentro e de como você brilha para os outros. Acho que se você pensa consigo que é linda, vai se sentir linda para os outros também", finaliza.