Tamanho do texto

Conhecida como "Celine feia", a garota chegou a ser espancada por valentões e, decidida a virar o jogo, ela resolveu juntar dinheiro e mudar a aparência

Celine Centino, de Zurique, na Suíça, teve uma infância e adolescência difícil, sofreu bullying por conta de sua aparência e, por isso, resolveu mudar radicalmente. Hoje, aos 24 anos, ela ficou irreconhecível depois de gastar 38 mil libras (em torno de R$ 182 mil) em cirurgias plásticas. Com a nova aparência, ela passou a fazer sucesso nas redes sociais .

Celine Centino sofreu bullying na escola e, cansada de ser chamada de feia, ela fez várias cirurgias plásticas
Reprodução/Instagram
Celine Centino sofreu bullying na escola e, cansada de ser chamada de feia, ela fez várias cirurgias plásticas


Quem vê a popularidade de Celine no Facebook e no Instagram não imagina que ela foi rotulada como “feia” e sofreu com provocações tão ofensivas que chegou a ficar doente de tanto medo que tinha de sair de casa e encarar os valentões. Isso gerou uma insegurança na jovem suíça que passou a poupar dinheiro trabalhando como cabelereira para pagar suas cirurgias plásticas .

De acordo com informações do portal britânico “Daily Mail”, Celine diz que todas as  intervenções que fez no corpo a ajudaram a se sentir finalmente feliz com sua aparência. Nos últimos três anos, a jovem passou por três aumentos de próteses mamárias e por cirurgias no nariz, na bochecha, nos lábios e na mandíbula.


A suíça conta com inúmeros seguidores nas redes sociais e suas fotos são inundadas de comentários positivos e ousados relacionados a seu novo corpo . “Eu sempre fui uma pessoa feliz, mas não me sentia bem na minha aparência. Tantas pessoas me julgaram porque eu era ‘feia’ e me transformei em uma pessoa triste. Queria ser feliz de novo, então mudei meu visual e tudo o que não gostava em mim mesma.”

Para Celine, se a tecnologia permite mudar algo que não se gosta no corpo, então as pessoas têm que aproveitar essa oportunidade. “As crianças me diziam que meu rosto parecia lixo, que meu estilo era feio, que essa ou aquela parte de mim não era boa e diziam que eu não conseguia acertar, eles eram todos maus”, lembra.

Cirurgias plásticas supera os traumas

Celine fez cirurgias plásticas no nariz, na bochecha, nos lábios e na mandíbula, além de trocar três vezes as próteses mamárias
Reprodução/Facebook
Celine fez cirurgias plásticas no nariz, na bochecha, nos lábios e na mandíbula, além de trocar três vezes as próteses mamárias


Ela acredita que não teve a chance de mostrar a essas pessoas quem ela realmente é, pois só era conhecida como a “Celine feia”. A jovem chegou a ser espancada na escola e depois desse episódio de agressão começou a fugir. “Eu nunca contei a ninguém sobre isso porque me senti envergonhada, mas todos na escola sabiam que eu não queria voltar para lá. Eu sempre dizia que estava doente, ou acabava tendo um resfriado para evitar ir à escola.”

Depois que começou a trabalhar, o foco passou a ser fazer as cirurgias plásticas e ela se dedicou muito a isso. “Agora me sinto tão bem comigo mesma e finalmente estou feliz por poder viver a vida que sempre desejei. Além disso, isso me faz sentir mais forte do que antes. Se alguém diz algo ruim sobre mim, eu não me importo. Ninguém pode me machucar mais”, finaliza Celina que garante que se encontrasse com os valentões da escola hoje apenas os ignorariam.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.