A onda do detox vem ganhando cada vez mais adeptos, seja para tratar o cabelo, emagrecer ou eliminar as toxinas do organismo. Agora, o hábito também começou a ser feito na pele com a ideia de "desintoxicar para deixá-la respirar" e muitas pessoas pararam de usar cosméticos e maquiagens. Mas realmente é necessário das essa "pausa" nos cuidados com a pele? 

Leia também: Como fazer detox com óleos essenciais? Veja dicas para o seu tipo de pele

mulher se olhando no espelho
shutterstock
Você não precisa parar a rotina de cuidados com a pele para deixá-la descansar, afinal, os cosméticos trazem benefícios

Na realidade, não. “Os cuidados com a pele são tão importantes quanto o hábito de escovar os dentes. Por isso, devem ser realizados de forma constante e diária para manter a pele saudável e bonita”, explica o dermatologista Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Academia Americana de Dermatologia (AAD).

Mas apesar da necessidade de seguir uma  rotina de beleza todos os dias, ela não precisa ser sempre a mesma e existem razões para mudá-la de vez em quando, como as estações do ano. “No inverno, quando o clima está mais seco e frio, podemos usar cosméticos com ativos de alto poder hidratante, já que a pele tende a sofrer com ressecamento nessa época”, recomenda.

Outro motivo para mudar os produtos que você utiliza é que, após algum tempo, é comum que os cosméticos de tratamento, em especial cremes anti-idade, ou até mesmo os ativos presentes em determinados produtos parem de ter o efeito desejado.

Leia também: Confira 5 exageros na sua rotina de cuidados que podem arruinar sua beleza

"A maioria dos estudos com ativos antissinais é feita por um curto tempo e o resultado final é avaliado em algumas semanas. Alguns ativos realmente não devem ser usados por longos períodos, como é o caso do DMAE, que combate a flacidez. Estudos mostram que o uso crônico, após em média três meses, pode causar o efeito contrário e deixar a pele flácida", diz o profissional.

É claro que essa regra não se aplica a todos os cosméticos. Os protetores solares e o retinol, por exemplo, não têm essa questão de ter o efeito reduzido pelo uso contínuo. Para saber quais podem (e devem) ser incluídos na sua rotina, é preciso falar com um especialista. 

Leia também: 3 cuidados com o rosto que são essenciais para quem usa muita maquiagem

Rotina de cuidados com a pele deve ser feita junto à dermatologista

A dica é marcar uma visita ao seu dermatologista pelo menos a cada quatro meses, já que ele conhece os benefícios dos produtos que você usa diaramente. "Ele poderá avaliar quais dos seus cosméticos ainda funcionam ou não e, com base nisso, mudar ativos, aumentar a concentração ou trocar radicalmente o protocolo skincare”, destaca. 

Também é importante lembrar que, caso haja alguma reação alérgica devido ao uso de algum  cosmético, o recomendado é mesmo que você pare de usá-lo e aposte em uma nova rotina de cuidados com a pele — sempre com indicações do seu médico. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários