Tamanho do texto

As estrias evoluem e, por isso, existem tratamentos que podem ajudar mais algumas marcas na pele do que outras — porém, nenhum deles é 100% eficaz

Estrias são normais a podem aparecer por vários motivos, entre eles genética e hábitos ligados ao estilo de vida. Porém, da mesma forma que há  mulheres que não se incomodam em mostrar as marcas por aí, também existem aquelas que se sentem mal com a aparência e querem descobrir de uma vez por todas a fórmula para acabar com as estrias. 

estrias na barriga
shutterstock
Apesar de não existir apenas um método 100% eficaz de como acabar com as estrias, há formas de melhorar as marcas

Mas, afinal, existe um jeito que te ensine como acabar com as estrias ? A dermatologista Flávia Basílio, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) afirma que esse é um "desafio terapêutico". "É consenso que não há tratamento que ofereça 100% de melhora", diz.

Segundo ela, a resposta ao tratamento contra estrias pode variar de acordo com o organismo de cada mulher e, também, depende da fase evolutiva em que se encontra a estria. "Ao longo do tempo as estrias vermelhas evoluem para as brancas, quando as fibras colágenas e elásticas estão bastante alteradas, semelhante a uma cicatriz."

É mais comum que as estrias apareçam em mulheres, principalmente na fase da adolescência e início da vida adulta, entre os 14 e 20 anos, ou na gravidez. Elas estão diretamente ligadas com o ganho de peso de forma muito rápida e a outras situações em que pele  permanece esticada por um período prolongado de tempo. 

Mas assim como no caso da celulite , não existe nenhum segredo para combater as estrias além da combinação de cuidados com a pele e com o corpo; confira: 

1. Cuide das estrias ainda no começo

"Para quem já apresenta estrias, é importante tratar logo no início, quando a capacidade de regeneração é maior. Assim, [quando] as estrias vermelhas [aparecem] é a fase ideal para início do tratamento", afirma a dermatologista. Isso porque a coloração vermelha indica inflamação, o que significa que elas surgem no início do quadro.

2. Use cremes anti-estrias e hidratantes

Principalmente no caso das estrias vermelhas ou mais recentes, os cremes anti-estrias com fórmulas que contém tretinoína, ácido glicólico e vitamina C podem ser bastante úteis. "O ácido e a tretinoína são capazes de aumentar a síntese de colágeno e reduzir a degradação da pele. Já a vitamina C é um potente antioxidante, essencial no processo de síntese de colágeno."

Flávia ainda completa que o uso de cremes hidratantes também é benéfico para a manutenção da qualidade da pele, melhorando sua espessura e deixando-a mais firme. 

3. Procure tratamentos estéticos

Apesar de não existir nada totalmente eficaz para saber como acabar com as estrias , diversos tratamentos podem melhorar o aspeto das marcas - mesmo se elas já estão brancas. Entre eles, a dermatologista indica o laser fracionado ablativo e não ablativo, peelings, luz intensa pulsada, microagulhamento e radiofrequência microagulhada. 

"Muitas vezes as marcas de estrias se encontram em diversas fases de evolução, necessitando de  terapias combinadas . O objetivo é provocar um remodelamento do colágeno dérmico, ou seja, da proteína da pele, com melhora do aspecto estético", finaliza.