Tamanho do texto

Protetor solar é um item indispensável para quem tem sardinhas na pele, já que ajuda a evitar que as manchas se "multipliquem" e escureçam com o sol

As sardas no rosto passaram de um estágio de vergonha para exaltação. Se antes antes as mulheres que têm essas manchinhas tentavam escondê-las de todas as formas, hoje elas são consideradas uma característica que traz charme ao visual — existindo até alternativas com profissionais para marcar o rosto com maquiagem definitiva. 

undefined
shutterstock
As sardas no rosto aparecem, principalmente, em pessoas que têm pele sensível e, por isso, precisam de cuidados especiais





Mas você sabia que as sardas no rosto merecem uma atenção especial? De acordo com Aline Vasconcelos, que é esteticista e fundadora da Clínica Aline Vasconcelos, é muito importante cuidar da pele , principalmente se você tem sardas.

"Sendo popularmente é conhecidas como sardas, mas tendo o nome científico de efélides, elas surgem mais em peles claras, principalmente pessoas loiras e ruivas, que apresentam um grau maior de sensibilidade na pele, e apresentam tons amarronzados", explica. 

Segundo a profissional, essas manchinhas surgem, basicamente, por causa do aumento da produção da melanina (proteína responsável pela pigmentação da pele). "Geralmente, elas aparecem em áreas que ficam mais expostas ao sol como ombros, rosto, colo e braços, em que os raios dos solares atingem de uma forma mais incisiva", complementa. 

Assim, os cuidados devem ser reforçados — tanto por causa da pele sensível, quanto pela exposição solar —, já que as manchas  respondem ao estímulo da luz do sol, ficando mais visíveis ou até se "multiplicando". "O aparecimento das sardas é bem gradual, ou seja, podem aumentar com o passar dos anos, no momento em que a pessoa fica muito exposta ao sol. Assim, a cor da sarda acaba ficando mais escura."

É importante ressaltar que ninguém tem sardas no rosto logo ao nascer, pois mesmo sendo efeito de herança genética, elas se desenvolvem ao decorrer dos anos. Entretanto, é comum que elas apareçam ainda durante a primeira infância, entre os dois ou três anos de idade, e aumetem ou até desapareçam ao longo da vida. 

Leia também: Você sabe usar filtro solar? Veja erros comuns podem colocar sua pele em risco

Como proteger a minha pele se tenho sardas no rosto? 

undefined
shutterstock
O cuidado principal para pessoas que têm sardas no rosto ou outras partes do corpo é usar protetor solar todos os dias

A esteticista afirma que, diferente dos melasmas, que são consideradas doenças de pele, as sardas no rosto ou em outras partes do corpo não fazem mal para a pele e a saúde em geral. Porém, é preciso se proteger dos raios solares para que elas não aumentem ou escureçam.

Assim, a regra número um para qualquer pessoa que tenha a pele muito clara e com sardinhas é: nunca esqueça de usar protetor solar! O ideal é procurar produtos que ofereçam fatores de proteção solar (FPS) de pelo menos 30 ou superior.  

"É preciso ter um cuidado com o excesso de coloração e ter atenção redobrada com o protetor solar, várias vezes ao dia, para que não haja uma evolução e mais sardas apareçam porque sua pele é propícia para isso. Precisamos lembrar também que se expor ao sol sem o uso de protetor solar pode aumentar o risco de doenças mais graves", comenta Aline.

Ela também menciona que, atualmente, já existem alguns tratamentos estéticos que podem despigmentar as sardas, como determinados tipos de peeling. "Porém se a pessoa acabar se expondo ao sol do mesmo jeito, sem o uso do protetor solar, vai pigmentar novamente, pois é uma mancha que tem memória e pigmenta toda vez que for exposta ao sol."

Diferenciando as sardas no rosto de outros tipos de mancha

undefined
shutterstock
As sardas no rosto são bem diferentes de doenças de pele, como melasma, mas merecem atenção e visitas à profissionais


"As sardas no rosto e no corpo surgem em um formato arredondado e geométrico e são planas, ou seja, não são salientes. O melasma, por exemplo, é uma mancha que acontece nos dois lados da face, como se fosse um espelho. As sardas, por sua vez, se distribuem mais nas regiões que são expostas ao sol, como citado anteriormente", diz a esteticista. 

Além de terem mais chances de desenvolverem sardas, as pessoas ruivas e loiras também são mais propícias a desenvolverem algum tipo de alergia. Isso porque elas têm a pele mais sensível.

"Em geral, isso é algo que varia de pessoa para pessoa, mas indico que antes de passar qualquer produto na pele ou de realizar qualquer procedimento estético, a pessoa procure um especialista que irá indicar o melhor em cada caso", sugere. 

A mesma recomendação de procurar um especialista serve se você não descuida do protetor solar em nenhum dia, mas notou que as pintinhas estão aumentando ou ficando com aspecto diferente. Essa é a única forma de evitar problemas futuros, até porque só um profissinal poderá avaliar o motivo das alterações da sua pele e descartar problemas mais sérios.

Leia também: 3 cuidados com a pele que são essenciais para quem usa muita maquiagem

O que fazer para destacar as minhas sardas no rosto?

undefined
shutterstock
Você pode destacar as sardas no rosto com o uso de maquiagem, como um bom iluminador, blush e um pó bronzeador

Atualmente, as sardas são vistas como uma tendência de beleza e as pessoas pararam de se incomodar com o excesso de pintinhas, passando a encarar como um “charme”. "Elas são manchas benignas, que não se transformam em doenças mais complicadas, então as pessoas não precisam se preocupar tanto com a aparência e devem colocar as sardas para jogo", diz Aline. 

E se você tem vontade de destacas essas manchinhas que são tão características do seu corpo , é possível fazer isso usando maquiagem! Brinque com cosméticos como iluminador, para dar bastante luz às suas bochecas e na área inferior das pálpebras. 

Outra dica é escolher uma base ou corretivo que seja igual ao sem tom de pele e não da mesma cor que as suas sardas, porque assim, você vai cobrir apenas o necessário para não escondê-las. Blushs e pós brozeadores também podem ser ótimos para dar o toque final no visual, já que ajudam a realçar as sardas no rosto e dar um ar saudável à pele.