Tamanho do texto

Depois do diagnóstico, a "Rapunzel Russa" se especializou em cabelos e dá dicas de cuidados para os 388 mil seguidores no Instagram; confira a história

A história de Anastasiya Sidorova mudou completamente nos últimos cinco anos. A jovem russa tinha 18 anos quando foi diagnosticada com alopecia, uma condição que causa a perda de cabelo e outros pelos do corpo. Por causa disso, ela teve pontos calvos e falhas no couro cabeludo. Mas hoje, aos 23 anos, Anastasiya desfila com um cabelo de mais de 100 centímetros de comprimento. 

Leia também: "Sinto que posso ser eu mesma"; modelo com alopecia diz como aceitar condição

Aos 18 anos, Anastasiya sofreu com a alopecia e, aos 23, exibe cabelos de 106 cm de comprimento
Reprodução/Instagram
Aos 18 anos, Anastasiya sofreu com a alopecia e, aos 23, exibe cabelos de 106 cm de comprimento


Segundo informações do jornal britânico "Daily Mail", a jovem russa foi diagnosticada com alopecia androgenética, que é apenas uma das diferentes variações da condição médica. Anastasiya foi tratada então por um tricologista, um especialista em cabelos, e decidiu se especializar em tricologia também. 

Atualmente, além de participar de comerciais de xampu e ensaios fotográficos, ela também dá dicas para manter o cabelo saudável em publicações no Instagram para mais de 380 mil seguidores. Entre as sugestões, Anastasiya indica usar máscara de queratina depois de cada lavagem, deixar que o cabelo seque pelo menos 60% antes de usar o secador e também ressalta a importância de cortar as pontas a cada dois ou três meses para reforçar os fios. 

Leia também: Jovem com alopecia faz ensaio fotográfico incrível para formatura; confira


As fotos da "Rapunzel Russa", ou melhor, do cabelo ruivo de 106 centímetros de comprimento, fazem sucesso nas redes sociais. Segundo ela, os fios são 100% naturais e que os cuidados são diários. "Eu digo repetidamente que meu cabelo está propenso a cair, então tenho que cuidar dele", escreve na legenda de uma das fotos. 

"Anteriormente, eu deixava todos os procedimentos [de cuidados] para fazer à noite, mas muitas vezes não fazia. Hoje, faço tudo pela manhã e cuidar de mim só me traz prazer, a sensação de que você está se fazendo melhor, especialmente quando vê o resultado", diz. 

Leia também: Rapunzel da vida real consegue usar cabelo até como vestido









Condição genética

De acordo com o site da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a alopecia androgenética — a condição de  Anastasiya — é relativamente frequente na população. As informações indicam que tanto homens quanto mulheres podem sofrer com o problema. A doença costuma se desenvolver desde a adolescência, quando o estímulo hormonal aparece e faz com que, em cada ciclo do cabelo, os fios venham progressivamente mais finos, mas só é realmente aparente por volta dos 40 ou 50 anos de idade. Talvez por isso a Rapunzel da Rússia ainda tenha tantos fios aos 20 e poucos anos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.