A prática da masturbação, além de ser uma delícia, faz bem para a saúde, pois libera endorfina, o famoso hormônio do bem-estar, aumenta o fluxo sanguíneo, reduz o estresse e te ajuda a conhecer os pontos do seu corpo que te dão mais prazer. Por conta disso, o iG Delas perguntou para suas leitoras o que elas gostam de fazer nesse momento íntimo. Aqui estão as melhores dicas:

masturbação
Shayene Mazzoti/ Portal IG
Confira dicas de masturbação dada pelas leitoras do Delas


1-      O vibrador é um grande aliado

“Cama, luzes apagadas e debaixo das cobertas pro barulho do vibrador não sair tão alto. Tenho quatro. Mas como não sou muito fã de penetração, prefiro a Magic Wand (varinha mágica). E eu então gosto de pensar em homens me servindo de alguma forma.” – Bia Helena.



2-    Descobri o prazer tardio

“Eu comecei a me masturbar sozinha depois dos 30 anos. Fazia junto com o parceiro, mas nunca sozinha. Sentia que estava fazendo alguma coisa errada. Depois é que eu descobri essa fonte inesgotável de prazer. Hoje me sinto mais poderosa de saber que eu posso me proporcionar tamanho prazer, de modo tão rápido e prático. Eu coloco um vídeo sensual para me ajudar e me masturbo quando estou muito estressada e preciso de alívio rápido” – Anônima

3-    Essencial conhecer o próprio corpo

“Geralmente me masturbo em casa, mas já me masturbei no trabalho. Atualmente, como o sexo tem bastante frequência e qualidade, quase não me masturbo. Às vezes rola durante o sexo também. É essencial conhecermos o próprio corpo, anatomicamente e em questão de prazer também. Não devemos ter pudor quanto a masturbação. Ela é importante para ambos os sexos. A questão de controlar a respiração ajuda bastante, porém sei o quanto é difícil. São muitas coisas para se preocupar no momento do prazer, tanto a dois, como sozinha.” – Daniela Lopez

4-    Memórias sexuais

“Eu me excito pensando em memórias sexuais ou apenas em algo específico. É necessário para se conhecer, além de comunicação entre seu/sua parceira sobre como você gosta de sentir prazer e se sentir confortável com o seu corpo, é fundamental.” – Vitória

5-    Uso de óleos para ajudar

“Me masturbo em casa, na minha cama. Geralmente depois do banho, quando estou me sentindo à vontade, relaxada e cheirosa. Coloco música instrumental, e uso um óleo natural como lubrificante. Também gosto muito de usar óleo de coco, começo massageando os lábios externos.... Quando você acostumar a se masturbar sozinha, comece a levar a prática para a relação sexual, que, na minha opinião, torna-se mais prazerosa.” – Nanda

6-    Você não precisa ver pornografia

“Normalmente é através de uma conversa, uma memória, uma foto... Não curto assistir pornô porque acho essa indústria podre, principalmente para as mulheres, e toda aquela encenação não me dá tesão algum. Acho que, nesse momento, praticar a criatividade e a imaginação é a melhor coisa a se fazer, pois assim você descobre o seu jeito de sentir prazer, ao invés de tentar imitar ações de um filme, sabe? E você tem que estar na vibe, quando eu estou ansiosa ou tive um dia ruim eu sei que não vai rolar de me masturbar porque a minha cabeça vai estar em outro lugar.” – Anônima

7-    Se concentre em suas partes erógenas

“Gosto de fazer isso na cama e no banheiro. Às vezes quando bebo fico mais animada, então, é um caminho. Gosto de sentir o meu corpo, me concentrar em partes erógenas e pensar em me masturbar, no prazer e no orgasmo.” – Solimar Garcia

8-    Você se sente desejada

“A masturbação acontece durante a madrugada, com música ou depois do banho e de passar creme hidratante pelo corpo... trazendo a sensualidade pra consciência. Esse preparo ajuda. Me lembrar de situações onde me senti desejada, mensagens picantes que foram recebidas ou enviadas... acesso a momentos de flerte e sedução.” – Priscila

9- Masturbação é um ritual do amor próprio

“Masturbação é um ritual do amor próprio. Colocar uma música bem gostosa e sensual, parar na frente do espelho, sem se criticar e sim se adorar. Tocar sutilmente todo seu corpo, despertando-o. Dança pra si mesma e, à medida que ganhar, segurança comece a olhar sua vulva, se conhecendo. Vá se tocando e despertando o prazer ganhando confiança e amor próprio.” - Denise

10 - Desenvolver a sensibilidade e a sensorialidade

“Gosto de contos eróticos e cenas de filmes/séries picantes (cenas que não romantizam agressões, abuso, assédio). Mas o que eu mais utilizo é a imaginação. Estou no processo de não precisar utilizar nenhum meio para me excitar. Sentir excitação e tesão apenas com os estímulos sexuais que eu me presentear (desenvolver a sensibilidade e a sensorialidade).” – Gabriela

    Veja Também

      Mostrar mais