A quarentena acabou separando alguns casais, e o sexo virtual foi a saída encontrada para matar a saudade. Com chamadas de vídeo, mensagens e ligações mais picantes, os dois se aproximam e garantem o prazer durante esse período de isolamento. A prática exige criatividade para deixar a imaginação rolar solta e tornar o momento mais divertido, além disso, é preciso se atentar a alguns pontos para não deixar o clima quebrar e o tesão diminuir.

Leia também: Em tempos de isolamento, como o casal pode lidar com a distância?

mulher sorrindo com celular na mão arrow-options
Pexels
Seja na troca de mensagens picantes ou em uma chamada de vídeo, é preciso cuidado para não quebrar o clima e acabar com o tesão

"Quando nós falamos em sexo virtual , seja vídeo, mensagem ou ligação, é necessário entender que, assim como uma relação sexual ou preliminares feitas de forma presencial, algumas coisas podem acabar com o clima, fazendo com que um momento gostoso vire uma discussão e que o casal se desconecte”, pontua a terapeuta de relacionamento e neurocoach Rosangela Matos (@descomplicandorelacoes).

Diante disso, a profissional lista alguns pontos que os casais devem se atentar para não quebrar o clima e acabar com o tesão durante o sexo virtual. Confira:

Evite cobranças

Lembre-se: não é hora de cobranças. Vocês estão ali curtindo o momento a dois. Nada de cobrar, insinuar ou fazer perguntas impertinentes para a situação. Rosangela orienta não questionar palavras que o outro usa ou a maneira como se comporta. Não fale frases como: “Nossa, com quem você aprendeu isso?” ou “Você tem o hábito de fazer sexo virtual?”.

Além disso, evite ironias. “O outro está ali todo empolgado falando e, de repente, você traz outro assunto ou responde com ironia”, comenta sobre o que evitar.

Leia também: Sexo virtual: saiba como apimentar a relação mesmo longe

Cuidado com as reclamações

A terapeuta alerta os casais para que não transformem as ligações em “um muro de lamentações”. Quando você só reclama, o outro deixa de sentir vontade de conversar e estar perto. Se você só fala coisas negativas, a consequência é o afastamento. “A sensação que vem é ruim. Um começa a evitar o outro porque não tem vontade de conversar. É como se o tesão fosse embora pela janela”, explica.

Aparência também importa

Vocês não vão se encontrar pessoalmente, mas isso não quer dizer que você não deve se arrumar. O descuido com a aparência também pode cortar o clima do sexo virtual. “Quando for fazer uma chamada de vídeo, nada de ficar jogada no sofá com pijama por três dias seguidos. Tome um banho, coloque uma roupa bacana, uma lingerie e faça um make básico”, diz.

E a recomendação não é só para as mulheres! Rosangela fala que os homens também precisam se cuidar. “Nada de camisetão, cueca surrada e meia no pé. Nada isso”, comenta.

Ela ainda diz que quando nos cuidamos, mostramos ao outro que também queremos que ele se cuide para nós. “Além disso, você se sente mais segura ou seguro, se sente com mais autoestima e autoconfiança e vai curtir esse momento com mais intensidade e menos vergonha”.

Leia também: Com avanço do coronavírus, países recomendam masturbação

Foque no agora

Estar focado no agora pode garantir mais presença, tesão e intensidade para o momento. A dica da profissional é que o casal converse sobre a rotina e o que está acontecendo no mundo antes de partir para o sexo virtual . “Quando for o momento de namorar, desconecte do resto e esteja ali, realmente presente no momento”.

    Veja Também

      Mostrar mais