Enquanto a situação do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no mundo avança, muitos casais estão em quarentena e passam mais tempo juntos. Se a convivência está ruim para quem já se dá bem, imagina para quem decidiu terminar o relacionamento bem no início da pandemia? É o caso de um casal do Reino Unido que se separou há cinco semanas, mas precisa continuar convivendo durante o isolamento social.

Leia também: Como manter o bom relacionamento a dois na quarentena?

casal em uma piscina arrow-options
Reprodução/TheSun
Georgia Armstrong e Kyle Greener se separaram em 2019, mas precisaram aderir à quarentena juntos


Georgia Amstrong, 24, conta ao The Sun que foi um alívio quando ela e o ex-marido , Kyle Greener, 26, decidiram se separar em fevereiro. “Ele estava indo morar com um amigo e eu teria o apartamento todo para mim. E aí tudo começou a fechar e nós dois nos vimos diante de uma crise”, explica a mulher.

O amigo com quem Kyle ia morar pediu para ele sair para que a família dele pudesse ficar próxima. Por ser carpinteiro, o homem não tem recebido trabalhos, já que é considerado como profissional não-essencial no momento. Então, os dois decidiram que seria melhor para ele voltar temporariamente para o apartamento de Georgia e dormir no sofá.

casal de costas um para o outro de braços cruzados arrow-options
Reprodução/TheSun
O casal está em pé de guerra: ele peca na limpeza da casa e ele se irrita até com a ex-esposa mastigando


Além de passarem 24 horas juntos, eles convivem com os filhos Oakley, de 7 anos, e Beau, de 4. “Olhar na cara dele todo esse tempo enquanto cuido das crianças em um apartamento de dois cômodos está sendo um inferno na terra”, desabafa a mulher.

O histórico do ex-casal é repleto de separações. Georgia conta ao tabloide inglês que os dois começaram a namorar em 2010 e moraram juntos na casa da mãe dela. Os dois se mudaram com o filho Oakley para um novo apartamento em 2013. Em 2015, terminaram depois de três meses de brigas constantes. Foi quando Georgia engravidou em outro relacionamento curto que não durou.

Leia também: Grávida do 22º filho, mãe compartilha rotina das crianças de aulas em casa

Em fevereiro de 2016, Beau, a caçula, nasceu. “Seis meses depois, voltei com Kyle. Ele é um ótimo pai e passei a me comprometer mais com o relacionamento”, diz a mulher. Mas no Natal de 2019, eles optaram por terminar de vez e Kyle saiu de casa. “Nós choramos e culpamos um ao outro, mas decidimos focar nas crianças ”, diz Georgia.

Quando os dois já haviam se acostumado com tudo, veio o coronavírus e os dois se viram em quarentena juntos. Segundo Georgia, o começo foi tranquilo: eles dividiam igualmente as contas e o tempo para ficar com as crianças. Mas aí Kyle começou a se acomodar e agora, nas palavras da mulher, “estamos agarrando as gargantas um do outro toda hora”.

“Eu peço para que ele saia do sofá às sete da manhã para me ajudar com as crianças, mas ele só levanta às dez horas. A sala cheira à loção de barbear. Ele voltou para cá com 15 caixas de roupas. Ele é obcecado por rugby e boxe e passa cinco horas assistindo reprises”, queixa-se Georgia.

homem deitado no sofá assistindo televisão; mulher olha séria arrow-options
Reprodução/TheSun
Morando provisoriamente no sofá, Kyle demora pelo menos três horas para se levantar e vive assistindo reprises de jogos de rugby e partidas de boxe


E não é só isso! Solteiro, Kyle agora está ativo no Tinder e vive conversando com outras mulheres. “Ele tem todo direito, mas cada risadinha dele olhando para o celular me deixa muito nervosa”, diz Georgia.

Leia também: 10 dicas para evoluir a relação em apps de namoro

Kyle também não está sendo fã da situação. Ele confessa que pensou que seria fácil, mas eles brigam até sobre quem vai fazer as compras de emergência. “Eu odeio como ela mastiga, odeio como me segue pela casa e vai limpando tudo que eu toco”, explica.

O homem diz que se Georgia está na cozinha, ele sabe que não pode entrar lá. Se ele tenta tomar um café, ela reclama que ele está usando a caneca errada. “Eu não tenho mais 12 anos, sabe?”, desabafa.

Como os dois não podem fugir para outros lugares por conta da quarentena , Kyle tentou reservar a sala para ter encontros virtuais com os amigos ou com a garota que está conhecendo no Tinder, mas Georgia não aceita. Segundo ele, se não fossem as crianças, eles já teriam ido para cima um do outro.

    Veja Também

      Mostrar mais