Superar uma traição não é tarefa fácil. Para algumas mulheres, o processo é tão difícil e doloroso que chega a demorar anos. Embora a dor seja grande, a sexóloga Vanessa de Oliveira garante que é possível dar a volta por cima e deixar a infidelidade no passado.

Leia também: Fui traída e não consigo sentir prazer, o que fazer? Delas Responde

mulher feliz se olhando no espelho
Pexels
Sexóloga garante que é possível canalizar a raiva para algo positivo e dar a volta por cima após uma traição

A profissional, que trabalha ensinando mulheres a como superar uma traição e relacionamentos tóxicos, deu algumas dicas exclusivas ao Delas de como lidar com parceiros infiéis.

Como superar uma traição?

A sexóloga conta que já foi traída e afirma que, por experiência própria, o melhor caminho para superar uma traição é se cercar de ajuda e buscar entender que essa pode ser uma grande oportunidade de mudança e aprendizado. “Parece loucura o que eu estou dizendo, mas é possível, sim, que um problema seja o início de uma grande virada na sua vida. Para isso é preciso ressignificar esse problema”, pontua.

“No meu caso, depois que fui traída coloquei como meta transformar cada uma das minhas lágrimas por aquele relacionamento em um diamante, ou seja, foquei em colocar minha energia em um projeto pessoal para transformar aquele momento em um aprendizado e me tornar uma mulher ainda mais bonita, mais poderosa e mais bem-sucedida”, continua.

É essencial pegar toda essa energia e focar em algo que seja positivo para você, para te impulsionar, realizar e trazer de volta o brilho dos dias, como diz a sexóloga. “Pode ser aquela viagem dos sonhos, um novo negócio, uma nova profissão, um novo visual, uma nova habilidade”, exemplifica.

Leia também: Infidelidade: quem tem mais de 50 anos está traindo mais; veja motivos

O ideal é lembrar sempre de focar em você. Não busque outra pessoa. “Essa é a hora olhar para si, reconstruir suas estruturas, sua autoestima. Se você não sabe como fazer isso sozinha, busque ajuda de profissionais que podem te auxiliar”, orienta.

O que não fazer ao tentar superar uma traição?

Vanessa lembra que é comum cair no erro de fantasiar de que ele era o homem perfeito ou o relacionamento perfeito e isso é um grande erro. “Encare a realidade, ainda que seja dura, olhe para toda a sacanagem que ele fez. Nas mentiras acumuladas, se deixou você com os filhos, se usou o patrimônio de vocês, veja a realidade dos fatos”, diz.

Por mais que doa, a sexóloga fala que essa será a forma de ficar com o sentimento correto que, segundo ela, é a raiva. “A raiva direcionada para o lugar certo, pode nos impulsionar”.

Ela também fala sobre a necessidade de fugir do lugar de vítima ou “coitadinha”. “Isso vai dificultar ainda mais o momento de saída desse problema e não vai te ajudar em nada”, enfatiza.

Deixando a culpa e a saudade do ex     

Nesse processo de superar uma traição, algumas mulheres se sentem culpadas e responsáveis pela infidelidade . “Lembre-se que você não é responsável pelas atitudes dos outros. As pessoas agem de acordo com os valores delas”, explica Vanessa.

As escolhas do outro são baseadas naquilo que elas acreditam. Por isso, deixe de lado a culpa de que a infidelidade foi consequência de algum comportamento ou ação sua. “Se um homem te abandonou e te deixou arrasada, saiba que essa é a pessoa errada para estar com você”, lembra.

Leia também: Término de namoro foi ruim? Use a fossa a seu favor para dar a volta por cima

Outra fase comum pós-término é a saudade, mas a sexóloga também tem dicas para isso. O segredo é sempre se lembrar o motivo pelo qual o relacionamento acabou – a traição. “Às vezes em um momento de carência tentemos a lembrar só do que foi bom, mas lembre-se porque ele foi embora e tudo o que aconteceu”.

Outra dica é mudar o foco: saia para se divertir, se encontre com pessoas que você gosta, faça algo que ama ou algo que sempre teve vontade e nunca fez. “Se jogue na vida”, fala.

Você não está sozinha

Além dessas dicas, Vanessa ajuda mulheres de outra forma a entenderem como superar uma traição de forma mais presente. Ela uma ação online até 11 de março com mais de 100 mil mulheres em seu Instagram (@vanessadeoliveir) onde proporciona conteúdos especializados sobre o tema. “Uso minha própria história para mostrar como mudar de vez a própria vida, independente do que aconteceu”, fala.

    Veja Também

      Mostrar mais