Outro fenômeno além do Brexit pode estar tirando o sono dos britânicos, segundo um estudo. Estamos falando do "Sexit", uma brincadeira com a junção das palavras "sex" e "exit". A London School of Hygiene and Tropical Medicine comparou os resultados de pesquisas realizadas com mais de 45 mil pessoas com idades entre 16 e 74 anos em 1991, 2001 e 2012 e concluiu que as pessoas estão fazendo menos sexo do que nos últimos 20 anos.

Britânicos estão fazendo menos sexo, segundo comparativo
Shutterstock
Britânicos estão fazendo menos sexo, segundo comparativo

Leia também: Casal decide morar separado para salvar relacionamento

De acordo com os dados levantados anteriormente pela National Survey of Sexual Attitudes, entre 2001 e 2012, o percentual de mulheres que afirmaram não terem feito sexo no último mês subiu de 23% para 29,3%; com os homens, o índice também cresceu, indo de 26% para 29,2%.

Leia também: Ex igual ao atual? Por que é tão comum namorar sempre o mesmo tipo

Você viu?

Outra dado que indica uma menor atividade sexual dos casais britânicos, sejam eles do mesmo gênero ou não, é a queda no número de pessoas que afirmaram que transaram dez vezes ou mais no último mês.

Em 2001, cerca de 20% de homens e mulheres relataram que haviam feito sexo dez vezes ou mais nos últimos 30 dias; já em 2012, este percentual caiu para 13,2% entre elas e 14,4% entre eles.

Leia também: Como sentir prazer no sexo entre mulheres? Delas responde

A pesquisa concluiu também que a menor frequência de sexo se mostrou mais presente nos britânicos acima de 25 anos, nos casados e nos que não estão casados, mas moram juntos. Não há informações se os resultados deste comparativo devem preocupar o Reino Unido no que diz respeito às taxas de natalidade da região.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários