Tamanho do texto

Apesar de ninguém em "Friends" contar com detalhes quais são essas tais zonas, é possível ter uma ideia pela forma como a personagem "se empolga"

O corpo feminino ainda deixa muitos homens confusos e quando o assunto é zonas erógenas, a dúvida pode ser ainda maior — na vida real e nas séries! Se você é fã de "Friends", deve se lembrar daquele episódio em que Chandler (Matthew Perry) pede dicas para satisfazer a namorada na cama e Monica (Courtney Cox) apresenta as "sete zonas" das mulheres. 

Leia também: Ponto A x ponto G: qual dá mais prazer? Veja como explorar as zonas do corpo

Monica Geller em cena de Friends
Reprodução/Netflix
Em Friends, Monica ensina Chandler quais são as zonas erógenas femininas para que ele conquiste a namorada na cama

Na cena do 11º episódio da 4ª temporada, Monica, Rachel (Jennifer Aniston) e Chandler estão no apartamento delas quando ele conta que o sexo com a namorada está "bom", mas que ele queria melhorar. "Quero saber como ir de 'bom' para 'meu Deus, alguém está matando ela naquele quarto'", diz. Então, as meninas decidem apresentá-lo aos "segredos" do corpo: as zonas erógenas  femininas. 

Segundo a personagem, existem sete zonas para a mulher. "Geralmente os homens vão para o um, dois, três e depois montam acampamento no sete", explica Monica Geller  à Chandler. A dica, porém, é explorar todas e ir "variando" entre elas. 

Mas afinal, quais são essas tais zonas? Apesar de ninguém especificar com detalhes na série " Friends " quais  áreas estimuladas fazem a mulher chegar ao prazer, é possível ter uma ideia com base nos apontamentos da personagem (que fica realmente "animada"). E, acredite, saber quais são as zonas pode ser muito útil para agradar a parceira na cama, confira:  

  1. Orelhas
  2. Lábios
  3. Pescoço
  4. Seios
  5. Bumbum
  6. Parte interna da coxa
  7. Vagina



Existe uma ordem para explorar as zonas erógenas?

Além de apresentar para Chandler partes do corpo feminino que são mais sensíveis e dão prazer, Monica também dá uma dica importante: a ordem para "chegar lá".  "Vá para o 1, 2, 1, 2, 3, 3, 5, 4, 3, 2, 2, 2, 4, 6, 2, 4, 6, 4, 2, 2, 4, 7, 5, 7, 6, 7, 7, 7", diz, se empolgando na demonstração. 

via GIPHY

Lembre-se: não é preciso correr para chegar logo ao número sete. É importante que o homem aproveite o tempo nas outras  zonas erógenas e curta esse momento "preliminar", tanto porque isso ajuda a aumentar a lubrificação da mulher para a penetração, quanto porque exige um pouco de criatividade — o que faz o sexo sair da rotina — para fazê-la ter um orgasmo. 

    Leia tudo sobre: