Tamanho do texto

Pauline Young sempre disse "não" a Colin Jones, mesmo sendo apaixonada por ele. Depois de anos de união, ela resolveu fazer o pedido e ele aceitou

O britânico Colin Jones, de 74 anos, conheceu Pauline Young, de 72 anos, em 1976 e, desde então, todos os anos ele fazia um pedido de casamento a ela e a resposta para todas as vezes foi “não”. Mesmo sendo um casal unido e apaixonado, a idosa sempre foi resistente e não queria casar. Entretanto, após 42 pedidos frutados, Colin foi surpreendido por Pauline que resolveu pedi-lo em casamento.

Leia também: Sexo na terceira idade! Os benefícios e os alertas para essa fase da vida

Colin Jones foi surpreendido com um pedido de casamento da parceira Pauline Young
Reprodução/Mirror
Colin Jones foi surpreendido com um pedido de casamento da parceira Pauline Young


De acordo com informações do portal britânico “Metro”, Pauline se aposentou ano passado e chegou à conclusão de que era hora dela fazer o pedido de casamento . Colin ficou chocado com a novidade: “Eu fiz essa pergunta a ela durante todo esse tempo, então agora era ela que estava me perguntando, eu disse: ‘É claro que sim’. Nós literalmente vivemos e trabalhamos juntos por 43 anos”.

Colin fala que muitas pessoas dizem que estão juntas há anos, mas só se veem pela manhã e à noite após o trabalho, mas ele e Pauline não, o casal sempre esteve junto – inclusive no trabalho. Mesmo sendo tão unidos, o idoso achou nunca ouviria um “quer casar comigo?” da amada, mas ele estava enganado.

Leia também: Casal de idosos viraliza após marido aprender a fazer maquiagem em esposa

“Eu já tinha desistido e perdido a esperança de nos casarmos, pensei que nunca aconteceria. Foi uma mistura real de emoções, fiquei surpreso e também preocupado”, comenta.

O casamento aconteceu este ano em uma igreja em Telford, na Inglaterra. O casal fez questão de se vestir de forma impecável para a cerimônia e após dizerem “sim” eles ofereceram um bolo e bebidas para os seus convidados. Pauline, que sofre de uma condição neurológica rara que faz com que os movimentos fiquem mais lentos e causa tremores, precisou entrar na igreja em uma cadeira de rodas.

Pedido de casamento só reforçou o amor do casal

Após o pedido de casamento, o casal realizou uma cerimônia simples em uma igreja na Inglaterra
Reprodução/Metro.co.uk
Após o pedido de casamento, o casal realizou uma cerimônia simples em uma igreja na Inglaterra


Pauline foi diagnosticada com degeneração corticobasal há 14 anos e, na época, o casal decidiu se mudar para uma ilha e viver em um ritmo diferente, mais calmo. Como a condição foi piorando, eles tiveram que tomar a difícil decisão de voltar para a Inglaterra.

A idosa foi morar com a filha e tinha cuidadores que ficavam com ela, mas isso não foi o suficiente e ela teve ir para uma casa de repouso. O casal, que sempre viveu junto, teve que se separar um pouco, mas Colin visita Pauline frequentemente na casa de repouso.

"Quando nos vimos foi instantâneo, nos apaixonamos. Nós trabalhávamos juntos, porque se conseguíssemos trabalhos diferentes ficaríamos separados, algo que nunca desejamos. Mas eventualmente eu pude ver uma deterioração. Foi muito lento no início, mas começou a se tornar mais perceptível. As outras pessoas não perceberam, mas quando você está muito próximo de alguém, você sabe”, fala Colin.

Leia também: Creche para idosos, centro-dia e asilo: entenda a diferença entre eles

Para ele, receber o pedido de casamento e poder realizar a cerimônia a essa altura da vida foi uma forma de mostrar a importância desses 43 anos de união que nem uma casa de repouso ou condição física pode separar.

    Leia tudo sobre: amor