Tamanho do texto

Muitas mulheres jovens acreditam que a sua primeira experiência sexual não aconteceu "na hora certa" e gostariam de ter esperado mais para fazer sexo

Quando falamos sobre sexo, não existem regras para serem seguidas. O importante é ter consentimento e se sentir confortável com o outro. Apesar de muitas mulheres saberem disso, nem sempre o sexo pela primeira vez com alguém é uma experiência prazerosa e sai conforme o esperado. Uma nova pesquisa descobriu que milhões de adolescentes britânicos estão fazendo sexo cedo demais e quase metade das mulheres acredita que não perdeu a virgindade na hora certa.

Uma pesquisa aponta que 40% das mulheres acredita que a sua primeira experiência sexual não aconteceu
shutterstock
Uma pesquisa aponta que 40% das mulheres acredita que a sua primeira experiência sexual não aconteceu "na hora certa"

Um estudo elaborado pela School of Hygiene and Tropical Medicine, de Londres, entrevistou cerca de 3 mil pessoas com idades entre 17 e 24 anos sobre como se sentiram quando perderam a virgindade .

Os pesquisadores começaram perguntando aos participantes se a sua primeira experiência sexual havia sido influenciada pela pressão dos colegas ou pela embriaguez e se ambas as partes consentiram.

Para saber se as pessoas tinham conhecimento sobre o tema antes de fazer sexo , foi perguntando se elas se sentiram prontas para fazer sexo pela primeira vez e se usaram métodos contraceptivos. Após isso, apenas os participantes que respondem “sim” às quatro perguntas foram classificados como “sexualmente competentes” e prontos para ter a primeira experiência sexual .

Resultados do estudo sobre virgindade

A maior parte dos participantes da pesquisa afirma que perdeu a virgindade aos 18 anos de idade
Getty Images
A maior parte dos participantes da pesquisa afirma que perdeu a virgindade aos 18 anos de idade

Os dados obtidos a partir da pesquisa revelam que apenas 48% das mulheres eram sexualmente competentes. Quando questionados sobre como se sentiam em relação à sua primeira experiência sexual , 40% das mulheres jovens acreditam que não aconteceu “na hora certa”. Elas admitiram que desejavam ter esperado mais para fazer sexo. Entre os homens, esse número chega a 26% .

E você, leitora, como se sente sobre esse assunto? Dê sua opinião na enquete abaixo: 


Outro dado interessante é em relação à idade da primeira experiência sexual. Enquanto a maior parte dos participantes da pesquisa passou por isso aos 18 anos, a outra metade do grupo já havia feito sexo antes de completar 17 anos. Além disso, 1/3 dos jovens eram sexualmente ativos antes dos 16 anos – que é a idade legal de consentimento no Reino Unido. 

Mais uma vez queremos saber o seu caso. Quando foi a sua primeira vez? Escolha na enquete: 


A pesquisa também revela que a pressão de colegas chegou a ser um fator de decisão sobre quando fazer sexo pela primeira vez . Uma em cada cinco mulheres e um em cada dez homens lembraram que nem eles nem seus parceiros queriam transar pela primeira vez naquele momento.

 “Embora os resultados da pesquisa tenham levantado alguns pontos positivos, como que quase 90% dos jovens usaram um método de contracepção, são necessários esforços adicionais para assegurar que o bem-estar dos jovens seja garantindo quando eles passarem a ser quando forem sexualmente ativos”, fala a principal autora do estudo Melissa Palmer.

Para outra pesquisadora do estudo, Kaye Wellings, a idade não deve ser usada para determinar se alguém está pronto para perder a virgindade ou não. “O problema com esta medida é que assume que os jovens são iguais, que todos eles acordam no seu 16º aniversário prontos para terem experiências sexuais seguras e satisfatórias”, diz. “Nossas descobertas mostram que não é assim. Algumas pessoas de 15 anos podem estar prontas, enquanto algumas com 18 anos não”, completa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.