Tamanho do texto

De acordo com pesquisa feita por empresa de equipamentos de espionagem, enquanto elas topariam até seguir os parceiros, eles usariam rastreadores

O ciúmes pode fazer com que uma pessoa se torne um verdadeiro detetive atrás de pistas de uma traição. Com as redes sociais, então, a busca por sinais de que o parceiro ou a parceira andaram “saindo dos trilhos” pode ter se tornado maior ainda. Pensando nisso, um site de equipamentos de espionagem decidiu investigar quem são os parceiros mais desconfiados e quais os métodos de espionagem mais usados.

Leia também: Nove dicas para superar uma traição e salvar o relacionamento

Verificar as mensagens do celular do parceiro é a forma mais usada para procurar uma traição, segundo a pesquisa
Shutterstock
Verificar as mensagens do celular do parceiro é a forma mais usada para procurar uma traição, segundo a pesquisa

A pesquisa da britânica Online Spy Shop ouviu 1045 homens e mulheres que precisaram responder se confiavam em seus parceiros, se eles já espionaram alguma vez no passado, quais métodos usaram e quais considerariam usar no futuro caso suspeitassem de uma traição .

Segundo reportagem do site “Daily Star”, aproximadamente 45% dos homens disseram que nunca precisaram fazer qualquer tipo de espionagem, entretanto, no caso das mulheres, apenas 26% estavam realmente tranquilas em não fazer nada.

Leia também: Descubra com quem 62% das mulheres já desejou ser infiel

Quando o assunto foi desconfiança, as mulheres lideraram. Mais da metade delas, 58%, disse que não confia no parceiro, sendo que 43% já utilizaram alguma técnica de espionagem .

A empresa também avaliou o que o Google diz sobre o tema. Quando eles colocaram a frase “is my husband” (meu marido está ou meu marido é, em português), o site de buscas sugeriu que a continuação para a sentença fosse traindo, gay ou depressivo. Isso quer dizer que há muitas buscas relacionando maridos e casos de infidelidade no site.

Métodos

Já para a pergunta sobre quais os métodos de espionagem mais utilizados, a pesquisa identificou checar mensagens do celular – SMS e o WhatsApp – como a forma mais utilizada pelas pessoas. Em seguida aparece ligar para os parceiros enquanto eles estão fora.

Os homens vão além, checando também o histórico do GPS e 5% até mesmo instalaram, secretamente, um rastreador no GPS das parceiras ou nos celulares delas. Já 17% das mulheres já pensaram sem seguir seus parceiros quando eles estivessem fora.

Leia também: O que torna uma mulher bem resolvida? Educadora sexual lista 3 características

Outros métodos de descobrir uma possível traição são entrar secretamente nas redes sociais dos parceiros, ler e-mails, vasculhar os bolsos e até checar o histórico do computador. E você, já usou alguma dessas táticas?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.