Tamanho do texto

Para a especialista em sexualidade Cátia Damasceno, o diálogo é a base de um relacionamento, mas mantê-lo pode ser um desafio; veja detalhes

De acordo com um estudo publicado pelo “Personality and Social Psychology Bulletin” recentemente, o sexo está, sim, relacionado com a felicidade e a satisfação entre parceiros em um relacionamento, o que os torna realmente felizes é o  afeto e a boa comunicação . Segundo os casais consultados pela pesquisa, apenas 4,2% das experiências sexuais ocorrem sem carinho e comunicação, tornando-o um simples veículo.

Especialista dá dicas de como casais podem manter uma boa comunicação
Shutterstock
Especialista dá dicas de como casais podem manter uma boa comunicação


De acordo com Cátia Damasceno, especialista em sexualidade e criadora do projeto “Mulheres Bem Resolvidas”, o diálogo é realmente a base de qualquer relacionamento. Ela afirma que casais que mantêm diálogo e trocas entre si, constroem raízes fortes que sustentam o relacionamento.

Parece simples, mas manter uma boa comunicação pode ser difícil para alguns. “É muito mais fácil fazer sexo do que conversar sobre isso. É mais fácil ter um relacionamento do que conversar sobre ele. Conversar incomoda, tira da zona de conforto, traz problemas à tona”, comenta ela. Confira dicas da especialista sobre o assunto:

Futuro em casal

Em primeiro lugar, Cátia afirma que é importante conversar sobre a visão de futuro. “Os dois precisam saber onde querem chegar juntos como casal”, afirma. Assim, o risco de haver um contraste muito grande entre expectativas e as reais intenções do parceiro ou da parceira não entram em conflito.

Leia também: É normal não ter orgasmos com penetração? Especialista explica

Valores do casal

Todos têm valores individuais e, em um relacionamento , se eles não forem alinhados, problemas podem aparecer. Conversar sobre o que cada um tem como princípios pode ajudar o casal a crescer junto.

Pessoas diferentes, universos diferentes

Para Cátia, outra necessidade que um relacionamento demanda é a de reconhecer as diferenças do companheiro ou da companheira. “Um exemplo é o de que as mulheres tendem a ser mais comunicativas, a falar mais de sentimentos e da relação. Já os homens tendem a ser mais quietos, mais práticos. Entender essas diferenças é primordial para alinharem expectativas e evitar embates”, explica.

Sinceridade

Pode parecer clichê, mas a sinceridade é realmente algo básico em um relacionamento. “Ainda não existe telepatia e ninguém adivinha pensamentos, por isso é necessário que um diga ao outro o que gosta ou não, que deem feedbacks sobre coisas que o outro fez e que não agradaram”, afirma.

Leia também: Pompoarismo e DIU combinam ou não? Especialista esclarece a questão

Investimento

Qualquer relacionamento, para ser duradouro, requer cuidado, carinho, respeito e dedicação de ambas as partes dos casais para fazer dar certo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.