A ginástica íntima, ou pompoarismo, traz diversos benefícios para a saúde da mulher, mas as mulheres que têm DIU também podem praticar? Entenda

O pompoarismo é uma técnica milenar que surgiu na Índia e é usada para fortalecer os músculos da vagina. Segundo Cátia Damasceno, especialista em sexualidade e criadora do projeto “Mulheres Bem Resolvidas”, exercícios de pompoarismo podem até ser feitos em casa e trazem benefícios tanto para a vida sexual quanto para a saúde da mulher. Mas e quando ela tem um DIU?

O DIU, Dispositivo Intrauterino, não impede a mulher de praticar pompoarismo
Shutterstock
O DIU, Dispositivo Intrauterino, não impede a mulher de praticar pompoarismo

Leia também: Saiba tudo sobre o pompoarismo, técnica de fortalecimento pélvico

O DIU – Dispositivo Intrauterino – e o SIU – Sistema Intrauterino – são métodos contraceptivos  de ação local; eles ficam posicionados dentro do útero e tanto o de cobre quanto o Mirena (de ação hormonal) atuam deixando o ambiente hostil e impedindo a fecundação. Como o pompoarismo exercita o assoalho pélvico, muitas mulheres podem ficar na dúvida  sobre fazer os exercícios quando se tem este dispositivo dentro do corpo.

Cuidados

Cátia explica, porém, que a região onde o dispositivo fica e a trabalhada pelo pompoarismo são diferentes. “Ele é colocado dentro do útero e a musculatura que trabalhamos nos exercícios é a externa, do canal vaginal”, afirma ela. Este método contraceptivo, porém, exige alguns cuidados momentâneos após ser implantado.

“A única ressalva que é importante fazermos é que, assim que a mulher o coloca, é necessário esperar o tempo de revisão do método para que a paciente retorne ao consultório e saiba  se ele foi de fato implantado e se está tudo ok”, afirma Cátia. Segundo ela, esse período varia entre 20 a 30 dias, e ela não indica que os exercícios íntimos sejam feitos antes disso para não prejudicar a implantação do dispositivo.

Leia também: É normal não ter orgasmos com penetração? Especialista explica

Uma vez que o médico cheque o posicionamento do DIU e dê o sinal verde, a mulher pode voltar a fazer a ginástica íntima como costumava, ou talvez seja até um momento ótimo para começar. “O pompoarismo diminui os riscos de incontinência urinária, diminui as dores menstruais, ajuda na preparação para parto normal e também no pós-parto, além de trazer inúmeros benefícios para o prazer da mulher”, ressalta Cátia. Segundo ela, mulheres que praticam a técnica têm orgasmos melhores e mais frequentes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.