dieta low carb é muito buscada por quem quer perder peso e consiste, como o nome diz, em reduzir a ingestão de carboidratos. Com isso, muitos encaram como uma dieta restritiva e temem passar fome diminuindo do cardápio itens como massas, pães, arroz ou batatas. 

dieta low carb
shutterstock
Dieta low carb não significa comer folhas o dia todo. Dá para montar um cardápio caprichado que traz muita saciedade com esse plano alimentar

Para começar, como ressalta o nutrólogo e cliníco geral Roberto Navarro, a dieta low carb não pode ser confudida com o plano totalmente sem carboidratos. "Consideramos a low carb quando a dieta corta em 50% o consumo do total de carboidratos da dieta. A proporção das proteínas e gorduras aumentam", afirma o médico. 

Só não pense que vai poder comer bacon o dia todo. "Um engano é pensar que a low carb libera todos os alimentos gordurosos e proteicos. Isso não é correto e, muitas vezes, gera um padrão alimentar que não é benéfico à saúde", ressalta Renata Girau, nutricionista do Oba Hortifruti. 

Nessa dieta, ainda são bem-vindos legumes e vegetais e carboidratos de baixo índice glicêmico, além das  gorduras boas e as proteínas. Por isso, mesmo com restrições, é possível não passar fome durante o dia. Tais itens, como demoram mais a serem digeridos no organismo e também liberam menos açúcar no processo, acabam trazendo mais saciedade por mais tempo que carboidratos simples como arroz branco. 

Cardápio para começar a dieta low carb

Vale ressaltar que, antes de seguir qualquer dieta é importante consultar um especialista para que seja traçado um plano de acordo com seu perfil e objetivo. Ainda assim, um passo interessante para começar na dieta low carb é substituir os carboidratos simples por versões integrais, que são mais  ricos em fibras e nutrientes.

"Existem opções interessantes hoje como a abobrinha em fios, palmito, batata doce que ficam deliciosas substituindo a tradicional massa de macarrão. O arroz de couve flor também é perfeito para quem quer opções mais leves e deliciosas", sugere a culinarista Malu Lobo. 

Ela e a nutricionista Renata Girau montam um cardápio para quem quer reduzir o consumo de carboidratos e não passar fome: 

Café da manhã

ovos cremosos
Reprodução
Os ovos cremosos são uma boa opção de proteína para o café da manhã

Malu Lobo indica começar o dia com uma combinação de ovos cremosos , café com canela, 2 fatias médias de abacate com 1 colher de sopa de granola sem açúcar.

Já a refeição sugerida por Renata indica inclui ovos, queijos, castanhas, frutas, manteiga e café ou chá.

Almoço

abobrinha recheada
Reprodução
A abobrinha recheada é ótima para o almoço da dieta low carb

O arroz branco não vai fazer falta se você buscar variar bem os outros alimentos. Você pode montar um prato com carne, legumes variados e folhas, diz Renata. Malu concorda e traz receitas low carbs, mas que trazem uma boa saciedade: 

Lanche da tarde

iogurte
Pexels
Iogurte é uma ideia de lanche rápido e prático na dieta low carb

A refeição entre o almoço e o jantar pode ser um iogurte com morango e raspas de limão, como sugere Malu. Iogurte é fonte de proteína, por exemplo. 

Jantar

salmão
Reprodução
O salmão com crosta crocante é uma opção leve e balanceada para quem quer um jantar low carb

Vale a mesma regra do almoço: buscar variedade. Renata ainda dá uma dica de como temperar os alimentos para ter um sabor especial e agregar nutrientes ao pratos: "Azeite, manteiga e banha de porco são ótimas opções de gorduras para compor o preparo dos alimentos". 

E se no almoço teve frango na abobrinha, Malu sugere peixe para o jantar. Veja como preparar  posta de salmão com crocante de aveia e manjericão

    Leia tudo sobre: dieta

    Veja Também

      Mostrar mais