O agachamento é um dos exercícios que está constantemente presente na rotina de quem faz treinos funcionais e musculação em academias. Mesmo sendo popular, nem todo mundo  consegue realizar a execução correta e, com isso, acaba não tendo os resultados desejados, além de provocar o desgaste desnecessário das articulações.

Leia também: 3 erros comuns no agachamento e o que fazer para evitá-los

agachamento
shutterstock
agachamento

Segundo Giuliano Cangiani, Master Trainer da Strong by Zumba®, o agachamento trabalha, além dos glúteos e pernas, a região do abdômen e core. É um dos principais exercícios para quem quer deixar o bumbum durinho . Além disso, auxilia na queima de gordura e, consequentemente, no emagrecimento, já que diminui a celulite da região e tonifica a musculatura.

Cangiani ressalta que a atividade também melhora o contorno corporal e contribui para uma boa postura. "A força, a flexibilidade e o equilíbrio que podem ser adquiridos a partir de agachamentos fazem deste exercício importante em qualquer treinamento. Para obter todos os benefícios, é importante termos uma frequência de duas a três vezes por semana", explica.

5 passos para fazer o agachamento perfeito e deixar o bumbum durinho

Vamos lá? Confira os cinco passos para turbinar os resultados do treino de agachamento!

1. Atenção às pernas

É preciso ter essa consciência, antes de iniciar o treino, que todo e qualquer exercício requer atenção. “Imagine que você está sentando em uma cadeira. Para isso, mantenha as pernas paralelas e alinhadas com os ombros, distribuindo o peso do corpo nos pés”, explica Cangiani.

Em seguida, “tente manter um ângulo de 90 graus entre o posterior de coxa e as panturrilhas e ao agachar não deixe que os joelhos ultrapassem a linha dos pés”, explica.

2. Quadril é a sustentação do movimento

“Deixe o quadril solto e, ao agachar, leve o bumbum para trás. No momento em que se levanta, é natural que o quadril seja projetado para frente –e aqui é o grande erro. É preciso deixá-lo reto”, explica.

3. Abdômen como aliado da coluna

“É imprescindível que o abdômen esteja contraído durante o exercício. Dessa forma, o core é ativado, fortalecendo a musculatura lombar e consequentemente protegendo a região de lesões”, ensina.

Leia também: Para um abdômen definido, segredo é a combinação de três fatores principais

4. Olhe para frente

Olhar para frente é uma das maneiras de evitar a sobrecarga na coluna. “Mantenha sempre a postura durante o exercício. Para exercitar essa consciência, é importante olhar para frente durante o movimento, de modo que o pescoço fique proeminente e não haja uma sobrecarga nas vértebras”, destaca.

5. O posicionamento dos braços é fundamental

Se engana quem pensa que os braços devem estar à frente do tronco e elevados apenas para manter o equilíbrio durante o exercício. “Os braços devem estar posicionados na linha do peitoral, para garantir a postura correta e o encaixe do abdômen e da lombar”, ressalta.

Leia também: Tchau, flacidez! 4 exercícios físicos para tonificar os braços após os 50 anos

Vídeo mostra passo a passo

A pedido do iG Delas , o Master Trainer criou um vídeo para mostrar, na prática, como o agachamento deve ser feito. Confira!

É importante ressaltar que, para os primeiros resultados do agachamento aparecerem e o bumbum, de fato, ficar durinho, há diversos fatores, como funcionamento do organismo, intensidade e frequência do exercício e ter uma alimentação saudável e balanceada. "Mas, em média, a partir de três meses é possível notar resultados satisfatórios", finaliza. 

    Veja Também

      Mostrar mais