Tamanho do texto

Esse fenômeno é uma reação do corpo ao emagrecimento incorreto e pode causar algumas complicações, como a dificuldade para perder peso no futuro

No momento de aderir a uma dieta é importante entender e respeitar o próprio corpo para que o objetivo principal – emagrecer ou manter o peso – seja alcançado. Caso a alimentação esteja inadequada, o organismo reage e pode gerar algumas coisas bem desagradáveis, como o efeito sanfona.

Leia também: É possível emagrecer 96 kg? Carla conseguiu: "Voltei a ter vontade de viver"

como acabar com o efeito sanfona e emagrecer de vez
shutterstock
O efeito sanfona ocorre quando a dieta errada não é adequada. Veja o que fazer para dar adeus ao fenômeno


O Delas conversou com Rodrigo Polesso, especialista em emagrecimento e idealizador do site Emagrecer de Vez , que explicou que o efeito sanfona "é uma reação ao emagrecimento feito de forma incorreta".

Cada organismo possui uma necessidade e, por isso, nem todas as dietas são indicadas para todas as pessoas. Se alguém passa a investir em um hábito alimentar ruim, o corpo não hesita em se proteger. "Ao emagrecer jogando contra nosso corpo, ele irá também jogar contra nós, resistindo o máximo possível", declara o especialista.

O efeito sanfona é mais comum em pessoas que tentaram perder peso inúmeras vezes por meio de dietas equivocadas ou que investem em suplementos para impulsionar a queima de gordura, o que deixa a saúde em segundo plano.

O perigo das dietas erradas

dieta errada
shutterstock
Quando uma pessoa adere a uma dieta errada, o organismo vai se proteger e estocar mais energia, ou seja, gordura


Comer menos e se exercitar mais é um exemplo do que não se deve fazer para manter ou perder o peso. Isso porque, nesse caso, o organismo é obrigado a desacelerar o metabolismo, o que sabota o processo de queima de calorias.

Quanto mais rápido ocorrer o emagrecimento, mais chances a pessoa tem de sofrer com a instabilidade no peso. "Comer menos e se exercitar mais, sem focar no ajuste qualitativo da dieta de forma correta, é um tiro no pé e é o que mais gera efeito sanfona", conta ele.

Leia também: De vilão a mocinho: agora tomar café de 3 a 4 vezes por dia ajuda a emagrecer

Polesso diz que é comum pensar em emagrecer para ser mais saudável, mas o processo de emagrecimento não funciona se a pessoa não estiver com a saúde em dia. O ideal é seguir hábitos que focam em regularizar o bem-estar do corpo, porque isso reestabelece o funcionamento metabólico e, como consequência, proporciona a perda de peso.

Esse efeito pode prejudicar o corpo?

emagrecer
shutterstock
O efeito sanfona pode causar prejuízos para o corpo, como a dificuldade de emagrecer e o surgimento de estrias


Além de proporcionar a frustração por não se manter no peso ideal, o fenômeno dificulta as chances de conquistar o resultado esperado no futuro. "Quanto mais tentativas erradas, mais resistente o corpo ficará com novas tentativas", explica.

A instabilidade no peso também pode deixar marcas no corpo, como a estria e a celulite. "Celulite tem mais a ver com inflamação no corpo, muitas vezes causada por maus hábitos de estilo de vida, enquanto estrias podem ser maximizadas pela perda de elasticidade da pele com uma dieta pouco nutritiva e também pelo excesso de sobe e desce no peso", diz Polesso.

Dar adeus ao efeito sanfona

emagrecer
shutterstock
Para se livrar do efeito sanfona, basta reeducar a alimentação de acordo com as necessidades do seu corpo


Sim, é possível se livrar desse efeito e manter o peso perdido. O primeiro passo é buscar a saúde antes do emagrecimento, ou seja, entender as necessidades do corpo e identificar a dieta ideal para o organismo.

Leia também: Conheça 10 alimentos anti-inflamatórios e seus benefícios para a saúde

Para emagrecer com saúde, o segredo é ter bons hábitos alimentares. De acordo com o especialista, a qualidade do que se come é mais importante do que a quantidade ou o nível de atividades físicas feitas.

"Ao comer naturalmente e corretamente, restabelece-se o bom funcionamento dos sensores naturais de fome e apetite, regulando-se automaticamente a ingestão calórica para emagrecimento", salienta.

Ao aderir a uma dieta rica em nutrientes e adequada para o corpo, o metabolismo acelera e impulsiona a queima de calorias. Dessa forma, depois de perder peso, a pessoa pode continuar comendo sem se preocupar com o efeito sanfona .