Tamanho do texto

Californiana chegou a pesar cerca de 136kg e, em 2017, percebeu que tinha de mudar e emagrecer por conta de algumas dificuldades que passou a sentir

Meghan Lenss é uma jovem californiana de 26 anos que era viciada em fast food e outros alimentos nada saudáveis. Enquanto o recomendado é que esses alimentos façam parte da nossa dieta apenas de vez em quando, ela os ingeria todos os dias. E estes hábitos a levaram para uma intensa mudança para emagrecer.

Leia também: Apresentadora ganha 7kg e comemora transformação em seu corpo

Meghan Lenss decidiu emagrecer porque passou a sentir dificuldade em ir até a sala de aula e subir escadas
Instagram/_iwokeupinbeastmode/Reprodução
Meghan Lenss decidiu emagrecer porque passou a sentir dificuldade em ir até a sala de aula e subir escadas

A jovem chegou a pesar cerca de 136kg e, em janeiro de 2017, ela percebeu que precisava mudar e emagrecer por conta de algumas dificuldades que começou a sentir. Em entrevista ao site "Health", Meghan revela que já não conseguia mais ir até a sala de aula com facilidade ou subir escadas. "Era envergonhoso",  desabafa. 

No ano passado, então, duas mudanças básicas se tornaram realidade na vida da norte-americana: cozinhar em casa e praticar exercícios físicos. Meghan parou de ingerir fast fodd e passou a preparar ela mesma as próprias refeições. Além disso, se comprometeu a se exercitar diariamente e, para isso, comprou uma máquina elíptica.

“Foi horrível, e eu lutei todas as noites para levantar minha bunda e ir para a garagem malhar. Mas eu fiz isso, e a cada dia foi ficando mais fácil, e logo vi resultados. Eu percebi que poderia fazer isso", conta a jovem que conseguiu perder quase 60kg após um ano.

Resultados apareceram também na pele

A post shared by Meghan (@_iwokeupinbeastmode) on

Como a jovem perdeu muito peso, muitas pessoas passaram a questioná-la sobre excesso de pele. É possível acompanhar todo o processo de emagrecimento de Meghan pela sua página no Instagram, e foi por lá que ela revelou que o excesso de pele foi praticamente inevitável no caso dela. 

"Voltaria a ter 136kg por conta do excesso de pele que eu tenho hoje? De forma alguma. Mas eu vou ser honesta, se algum dia eu estiver com condições financeiras para fazer a cirurgia, provavelmente irei fazer."

Leia também: Mulher que perdeu 30 kg em 100 dias dá dicas de como emagrecer na web

A jovem não pensa que ela será uma pessoa melhor tirando a pele, ela não acha que isso a minimiza de alguma forma, mas gostaria de ver os resultados de sua perda de peso além da pele. 

"Tendo dito isso, eu acho que muitas pessoas não querem perder peso porque não querem o excesso de pele. Isso é puramente estético [em alguns casos], enquanto ser obeso é prejudicial para a qualidade de vida. E se eu tiver de ser realmente sincera, usar excesso de pele como forma de não perder peso é só uma desculpa."

Como Meghan mantém os resultados

A post shared by Meghan (@_iwokeupinbeastmode) on

Atualmente, a norte-americana continua preparando as próprias refeições. Ela ocasionalmente abre excessões e come pizza ou batata frita e toma bebidas com alto teor de açúcar, mas sua alimentação é baseada em proteínas magras e vegetais.

"Depois de tudo isso, passei a ter mais energia. Minhas roupas começaram a servir melhor, eu ganhei confiança. Me matriculei em uma academia! Mas a verdadeira mudança é que eu realmente passei a ir na academia e não só pagar a mensalidade."

Leia também: Body designer prova que carboidrato e gordura não são vilões

Após emagrecer os quase 60kg, ela mudou muito, mas confessa que ainda tem dias em que come uma caixa inteira de cookies em um final de semana. "Mas o que eu fiz depois disso? Aceitei, continuei em frente e fiz melhor no dia seguinte. Progresso é um processo."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas