Tamanho do texto

Conversamos com especialistas e montamos um manual de sobrevivência para que não falte energia para você durante os dias de folia. Todos prontos?

Já é carnaval, tem bloquinho durante o dia, desfile de escolas de samba à noite e muita festa com os amigos. É preciso pique para aguentar - e aproveitar ao máximo - essa maratona! 

Leia também: Personal de David Beckham dá dicas para quem quer beber e continuar saudável

Curtir bloquinhos e desfiles de carnaval exige pique e dose extra de energia. Está preparada?
Eduardo Ogata/Secom
Curtir bloquinhos e desfiles de carnaval exige pique e dose extra de energia. Está preparada?


Para ajudar, o Delas conversou com alguns especialistas para montar um manual de sobrevivência para que não falte energia para você durante os dias de folia. Ainda dá tempo de preparar o corpo para sambar e pular carnaval até o dia amanhecer. 

Antes da folia - o que não comer

Tudo o que você não quer é passar mal porque comeu alguma coisa "suspeita" ou ter aquela sensação de inchaço bem antes de cair na folia no feriadão. Portanto, atenção ao que coloca no prato. Geralmente, nessa época do ano as temperaturas estão elevadas e isso aliado ao armazenamento de forma inadequada dos alimentos aumenta o risco de contaminação e de vírus como salmonela, estafilococos e rotavírus, problemas que podem te tirar das festas, já que segundo a nutricionista do Grupo Hermes Pardini, Clarissa Pedrosa, "as toxinfecções podem se manifestar até 36 horas depois que o alimento contaminado foi ingerido, e pode durar até 7 dias".  

Cuidado com o que você come! Um alimento que foi mal armazenado por acabar com seu carnaval
shutterstock
Cuidado com o que você come! Um alimento que foi mal armazenado por acabar com seu carnaval


Portanto, Clarissa sugere evitar aqueles produtos que são vendidos a granel e ficam expostos, principalmente se for salsicha, linguiça ou embutidos. Ela diz que é melhor optar pelos embalados, que ficam fechados e têm estampado a data de validade. Carnes cruas também estão relacionadas a alguns males, então é melhor evitar, ainda mais se não conhecer muito bem o lugar que vai consumir. "Não coma ovo cru ou malcozido. Ele pode estar contaminado pela bactéria salmonela e provocar diarreia aguda", completa a nutricionista. 

Vai para a praia? Então passe longe daqueles famosos espetinhos de camarões ou do queijo coalho. Se eles não tiverem sido armazenados e manipulados na maneira correta, é cilada na certa. 

Antes da folia - o que comer

Essa é a hora de investir em uma alimentação leve e balanceada, com frutas, legumes e verduras - o que não é nenhuma novidade. Você pode ainda turbinar a alimentação pré-folia com sucos energéticos e frutas que vão te ajudar a eliminar líquido retido no corpo e desinchar. Veja os detalhes abaixo: 

Sucos refrescam, dão energia e ajudam a manter a hidratação na folia
Creative Commons
Sucos refrescam, dão energia e ajudam a manter a hidratação na folia


A nutricionista Fúlvia Gomes Hazarabedian, coordenadora do programa Bio Nutri da Bio Ritmo também dá sugestões de três lanches ideias para esse momento antes de cair no samba. 

  • Açaí com granola + suco de fruta
  • Sanduíche de atum com tomate e alface + suco de frutas
  • Crepioca de frango + água de coco

Para uma refeição mais reforçada, uma ideia é preparar macarrão com brócolis e carne desfiada. O prato reúne o carboidrato da massa, os nutrientes do brócolis e a proteína da carne, sendo uma sugestão completa e equilibrada. 

Outro ponto fundamental, e que não custa nada reforçar é, sobre a hidratação. "Beba bastante líquido, dando sempre preferência a água", afirma Fúlvia. "E beber água fresca ou gelada aumenta a absorção", completa a especialista. 

Antes da folia - o que fazer com o corpo

Carnaval exige também preparo físico, e não estamos falando só das passistas ou destaques das escolas de samba. O folião precisa de pernas e pés preparados para ficar horas em pé. Nesta semana, o colunista Vinícius Possebon ensinou uma série poderosa - e rápida - de agachamentos para turbinar as pernas para a folia. Veja os exercícios .

Quem já faz academia pode investir nos agachamentos para fortalecer as pernas para o carnaval
shutterstock
Quem já faz academia pode investir nos agachamentos para fortalecer as pernas para o carnaval


Para quem já é adepto da academia, a orientação é seguir com os treinos Segundo o personal trainner Givanildo Matias – idealizador da rede de academias especializadas em emagrecimento, Hiit20 - vale focar em todos os grupos musculares e dá até para esticar o trabalho. Quem já treina 30 minutos, pode passar para 40, por exemplo.

Outra opção é apostar no HIIT, o treino intervalado de alta intensidade. Como lembra o personal, "aumentar a intensidade também é importante, uma vez que ajuda na definição e redução da gordura corporal".

Durante a folia - o que comer nos bloquinhos

Chegou o momento de sair atrás do trio. Fúlvia, da Bio Nutri, indica levar um lanchinho rápido e prático para não correr o risco de ficar muito tempo sem comer e, com isso, acabar com o pique. Algumas ideias práticas para levar na bolsa são: frutas secas como ameixa, uva passa ou damasco, castanhas e nozes, barrinha de cereais ou proteicas, bolacha de arroz e palito de fibras. 

Durante a folia - o que comer na avenida

Para quem vai passar a madrugada nas passarelas do samba, a nutricionista diz que é bom redobrar a atenção com o que vai comer. "Como não são permitidas entradas de alimentos no sambódromo, é interessante procurar alimentos que sejam menos manipulados, para evitar qualquer contaminação", orienta a profissional. "Nesse caso, por exemplo, biscoito de polvilho podem ser mais seguros do que lanches com molhos ou recheios com base de queijo", compara.

Durante a folia - cuidados com o corpo nos bloquinhos

Você está bem alimentada e lembrou de levar com você a garrafinha de água e o lanchinho. Mas lembrou também do protetor solar? Muitos bloquinhos saem ainda de manhã e é provavel que você o dia inteiro no sol, curtindo o carnaval. Leve um frasco com você e repasse a cada duas horas. Se a sua fantasia tiver um chapeú ou boné, melhor ainda. Roupas de tecidos leves também são bem-vindas e ajudam a evitar mal estar pelo calor. 

Leve protetor solar para o bloquinho e cuide da pele nos dias mais quentes. Roupas leves também são bem-vindas
Fernando Maia/FOTOPRESS
Leve protetor solar para o bloquinho e cuide da pele nos dias mais quentes. Roupas leves também são bem-vindas

Outra boa ideia é deixar o salto em casa. Como ficará bastante tempo em pé, calçados confortáveis, como tênis ou sapatilhas, são os melhores. Como ressalta o diretor médico e cardiologista do Hospital Santa Paula, Otávio Gebara, com esses calçados é possivel ter mais flexibilidade nos movimentos, além da questão do amortecimento. 

O médico ainda cita mais um item importante: o álcool gel. As ruas contam com diversos banheiros químicos, mas não há pia para lavar as mãos depois e, com isso, há risco de doenças. "Os contágios mais frequentes são de E.coli - que faz parte da flora natural do corpo, porém, quando há um desequilíbrio, causa náusea, vômito e diarréia; e o vírus VHA, da Hepatite A", alerta o médico. Portanto, depois de usar o banheiro, recorra ao álcool gel para higienizar as mãos. 

Durante a folia - cuidados com o corpo na avenida

Para quem vai desfilar, há uma dificuldade a mais: a fantasia, que muitas vezes pode tornar a simples ida ao banheiro um verdadeiro parto! Vá ao banheiro antes de se arrumar, por segurar o xixi não faz nada bem. "Evite reter urina por longos períodos, porque, além do desconforto, favorecem as infecções urinárias e formações de cálculos", comenta Otávio. 

E se não tiver como fugir do salto alto, a indicação do médico é tentar completar a fantasia com um calçado com a base e o bico mais largo, assim os dedos não ficam apertados. 

As muitas horas em pé na folia pode render dores nas pernas, pés e na lombar. Para aliviar, o personal trainer ainda lembra da importância dos alongamentos, antes e depois da festa. Lembre-se de esticar o corpo ao acordar e antes de dormir. 

Pós-folia

Depois do carnaval, provavelmente você vai querer aproveitar o descanso e uma boa cama. É hora de tentar dormir ao menos oito horas para reequilibrar o organismo, como fala o cardiologista do Hospital Santa Paula. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.