Tamanho do texto

Preparador físico, coach e colunista do Delas, Vinícius Possebon ensina como deixar de lado as velhas desculpas para não treinar e começar a emagrecer

Chegou a hora dos exercícios e surge aquela preguiça gigante . Nesse momento podem passar pela sua cabeça várias desculpas para não treinar. Segundo o preparador físico Vinícius Possebon, coach e colunista do Delas, o cérebro humano tende a preferir muito mais a zona de conforto que as coisas diferentes. “É por isso que ele vai criar essas desculpas”, explica. 

Todo mundo está sujeito a isso, tanto aqueles qye treinam em casa quanto quem frequenta academia ou pratica esportes. Entretanto, Possebon também afirma que é simples deixar a preguiça de lado. “Tudo o que você precisa é entender como essas desculpas surgem, e então criar uma resposta definitiva para elas”, diz ele. Veja quais as desculpas mais comuns e como superá-las: 

1. Estou sem tempo

Falta de tempo é uma de suas desculpas? Procure treinos curtos, que caibam em sua rotina
shutterstock
Falta de tempo é uma de suas desculpas? Procure treinos curtos, que caibam em sua rotina

A desculpa mais comum que as pessoas dão é acreditar que não vão ter tempo para treinar. “Sei que as tarefas do dia ocupam a gente, mas geralmente ninguém dá essa desculpa quando os amigos chamam para uma festa”, provoca o preparador físico.

Ainda assim, ele reforça que é possível fazer treinos rápidos que duram de 5 a 20 minutos. “Quando você sabe disso, você para de achar que falta de tempo é um problema, até porque esse tempo é menor do que o utilizado para tomar banho, fazer as unhas ou a barba, por exemplo". 

Leia também: Treino rápido para fazer antes do trabalho vai te dar mais pique para o dia

2. Está muito frio/ calor/ chovendo...

Mau tempo já é uma das desculpas para matar a academia? Nada disso!
shutterstock
Mau tempo já é uma das desculpas para matar a academia? Nada disso!

Usar o clima como desculpa é outra forma que muitas pessoas encontram de fugir do treino. “Se está frio, não dá ânimo de colocar roupas leves, e o calor faz com que surja mais preguiça. As pessoas ainda acham que vão derreter que tomar algumas gotas de chuva”, brinca Possebon.

Além de sugerir os treinos para fazer em casa, que permitem fugir de qualquer questão climática, o especialista ensina que basta encarar as mudanças do tempo como “amigas”. “Pense que é mais gostoso treinar no frio  porque não sua tanto, que o calor é mais propício para ficar com a barriga sarada e que um pouco de chuva vai deixar o ar mais puro”, sugere, transformando os pensamentos negativos em positivos. 

3. Estou com dor muscular

É comum sentir dor depois dos exercícios, só fique atenta à intensidade dela
shutterstock
É comum sentir dor depois dos exercícios, só fique atenta à intensidade dela

Possebon explica que é comum sentir algumas dores musculares  leves após começar a treinar. “É por isso que os treinos precisam alternar o músculo que você trabalha”, comenta. Além de explicar que essa sensação é positiva, porque significa que o corpo está sentindo os efeitos do treino, Possebon reforça a importância de fazer alongamento e aquecimento e destaca também a necessidade de ter aprovação médica para começar a fazer exercícios em casa ou na academia. 

4. Vou fazer tudo em um único dia

De nada adianta matar a semana toda de treino e tentar compensar tudo em um único dia
shutterstock
De nada adianta matar a semana toda de treino e tentar compensar tudo em um único dia

Muitas pessoas deixam de treinar em um dia porque acreditam que vai ser possível “compensar” tudo em um único dia da semana. “Essa história de fazer tudo no sábado é um problema, porque além de você correr risco de ter uma sobrecarga de treino, ela não vai ajudar a emagrecer”, explica.

“A grande sacada do emagrecimento é acelerar o metabolismo e continuar queimando gordura depois do treino. Pensando nisso, treino uma vez por semana não vai ser suficiente, já que o metabolismo fica mais acelerado por um ou dois dias apenas”, resume. 

5. Não tenho mais idade

Exercício físico pode até desacelerar processo de envelhecimento celular, segundo pesquisa
shutterstock
Exercício físico pode até desacelerar processo de envelhecimento celular, segundo pesquisa

O argumento de que existe uma idade certa para emagrecer ou fazer exercícios também está na lista de desculpas para não treinar, mas não “cola”. Segundo o especialista, qualquer pessoa pode fazer treinos em casa, e sempre vai haver melhora na saúde. “Vá ao médico, consulte com ele as suas condições físicas e faça o treino no seu ritmo”, indica. Possebon conta que conhece pessoas de todas as idades que são ativas. “Não importa a fase da sua vida: nunca é tarde – ou cedo - para emagrecer, viver uma vida mais saudável, e ser mais feliz”. Para saber mais sobre exercícios em casa e dicas de como entrar em forma, acompanhe a coluna de Vinícius Possebon semanalmente no Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.