JapoNega nasceu em Florianópolis e é moradora de Palhoça, em Santa Catarina.
Divulgação
JapoNega nasceu em Florianópolis e é moradora de Palhoça, em Santa Catarina.

A modelo Isadora Satie sempre chamou a atenção por onde passava.  Filha de um homem japonês e uma mulher negra, ela carrega consigo as duas cateterísticas raciais, recebendo durante a infância o apelido de Japonega, do qual ela se orgulha muito. Hoje, aos 28 anos, ela busca trazer representatividade através do seu trabalho como modelo. 

"O que mais me move na moda é a necessidade de representatividade real, de mulheres gordas, pretas e amarelas, como eu, além de tantas outras que precisam se enxergar em todos os espaços. Sou uma mulher preta e amarela buscando representatividade real na indústria", diz.

Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais! 

Isadora participou de campanhas para empresas como a o Vivara, Pantene, Farm e Natura, desfilando também no São Paulo Fashion Week. Contudo, o sucesso no mundo na moda nunca foi algo almejado. Satie conta que a sua entrada nesse universo se deu por acaso, após ajudar uma amiga em um ensaio fotográfico. 

Siga também o perfil geral do Portal iG.

"O trabalho na moda começou quase que de repente. Até então, meu foco era atuar como professora de Danças Urbanas", finaliza a modelo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários