A influencer falou sobre o vazamento
Reprodução/Instagram
A influencer falou sobre o vazamento

A influencer Shantal Verdelho desabafou em uma série de stories no Instagram e explicou que os áudios e imagens relacionadas a seu relato sobre violência obstétrica foram vazados. Segundo Shantal, ela contou os detalhes do nascimento da filha Domênica em um grupo de mães.


Após ver diversos comentários de seguidores falando que achavam que a influencer deveria ter resolvido a questão “em off” com o médico, ela explicou que a primeira atitude que teve foi falar diretamente com o responsável pelo parto. Ela também ressaltou que não colocou os  áudios e vídeos na internet, e também não tinha contado para muita gente próxima. 


Os áudios foram feitos pela influencer no grupo de mães, o qual ela descreve como rede de acolhimento, onde dividem tudo sobre a maternidade. “É um grupo onde a gente consegue desabafar porque todas ali estão na mesma situação. É um grupo que nunca saiu informação nenhuma dali, sempre foi um grupo sigiloso. Infelizmente o meu áudio vazou dali junto com os vídeos. Eu nem sei quem foi nesse grupo que vazou e eu nem vou atrás, porque vai ser mais um estresse dentro dessa história inteira, mas nunca foi a minha intenção tornar essa história pública”.


Ela continua lembrando que sua conta tem mais de um milhão de seguidores, e que se quisesse tornar o episódio público, teria o feito diretamente para seus seguidores. “Só que essa história envolve muito mais apenas do que os fatos que aconteceram. Ela envolve a minha intimidade, o meu constrangimento, o nascimento da minha filha. Eu não queria que isso tivesse pulverizado desse jeito em um nível de que daqui a uns anos, quando minha filha já tiver entendimento das coisas, vão olhar para ela e falar: ‘você é a menina do parto?’ e não é isso que eu quero pra minha filha. Eu não queria que ela soubesse que a chegada dela fosse desse jeito e agora eu não tenho mais essa opção”, afirma.

Leia Também


Shantal contou que nunca esteve tão fragilizada emocionalmente e que não concorda com o ‘massacre’ que estão fazendo com a família do médico envolvido. “Essa história era para ser resolvida no âmbito íntimo da minha família, diretamente com as pessoas com quais ela deveria ser resolvida.” 


“Além disso, toda a exposição da minha filha nessas notícias, a carinha dela em tudo. É muito pesado. A minha família toda está muito abalada. [...] Para quem está falando aí ‘Ai, acho que ela deveria ter feito diferente’. Amor, eu também queria que tivesse sido diferente, eu não queria estar passando por isso aqui”, completou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários