O mundo do futebol entrou em uma polêmica na última semana: a contratação do atacante Robinho pelo Santos trouxe à tona o debate sobre dar uma segunda chance a jogadores que foram acusados e condenados por agressão sexual a mulheres. 

agressão sexual
Reprodução
Além de Robinho, outros jogadores também foram acusados de assédio sexual e feminicídio


Robinho foi condenado em primeira instância pela justiça italiana por estupro coletivo contra uma mulher em 2013. Caso volte para a Itália, o jogador pode ser preso por ter a prisão preventiva decretada. Mas ele não é o único atleta do futebol que foi acusado, condenado e ainda se mantém no patamar de ídolo do esporte. Conheça mais 10 jogadores com histórico de violência contra a mulher.

1 - Goleiro Jean

agressão
Reprodução
O goleiro Jean responde em liberdade por violência doméstica


Atualmente no Atlético Goianiense, o goleiro Jean Paulo, na época no São Paulo, foi acusado de agredir a esposa, Milena Benfica, durante uma viagem de família nos Estados Unidos. Ele foi preso no condado de Orange, na Flórida e foi pré-sentenciado por violência doméstica. O boletim de ocorrência apontou oito socos em Milena. Após audiência de custódia, o goleiro voltou ao Brasil e não pagou fiança, mas responde em liberdade.


2 - Cuca

cuca
Fábio Lázaro
Na época jogador do Grêmio, Cuca foi acusado de estupro coletivo


O atual treinador do Santos, Cuca, também foi acusado de estupro coletivo de uma garota de 13 anos em julho de 1987. Na época, ele era atacante do Grêmio e foi condenado junto de outros três jogadores pela justiça da Suíça, onde o crime ocorreu. Detidos por 28 dias preventinamente, dois anos depois foram condenados, mas todos cumpriram pena em liberdade.

3 - Goleiro Bruno

goleiro bruno
Reprodução
Bruno foi acusado por 3 crimes e cumpre pena no semi-aberto de 20 anos e 9 meses


Um dos casos mais famosos de feminicídio no país, o goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 20 anos e nove meses de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio, mãe de um dos filhos dele. Hoje, ele está em regime semi-aberto e joga pelo Rio Branco.

4 - Cristiano Ronaldo

cristiano ronaldo
Lance
O jogador confessou que a americana havia negado a tentativa de relação


O ídolo do futebol português também foi acusado de estupro. O crime ocorreu em junho de 2009, mas veio à tona em 2018 em uma publicação do jornal alemão Der Spigel. A americana Kathryn Mayorga divulgou os acordos financeiros feitos entre ela e o jogador para ficar em silêncio. O jogador confessou que no ato do sexo ela não queria mais fazer e gritava não. Os advogados de Cristiano Ronaldo admitiram também que pagaram US$ 375 milpelo silêncio da vítima.

5 - Mancini

mancini
Reprodução
O jogador foi acusado de estupro na Itália, quando jogava pela Inter de Milão


Também acusado pela justiça italiana, o jogador Mancini foi condenado a dois anos e oito meses de prisão pelo estupro cometido contra uma modelo brasileira em uma festa do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Mesmo retirando a acusação, a promotoria da Itália continuou as investigações e descobriu que a queixa foi retirada por pressão de um amigo de Mancini.

6 - Danilinho

danilinho
Divulgação
Danilinho foi acusado no México por estupro, agressão e ameaça de morte


Atualmente no Central Sport Club, em Pernambuco, Danilinho foi acusado de estupro e ameaça de morte na época em que jogava pelo Tigres, do México. A mulher de 18 anos registrou queixa em 2013, mas o jogador já havia sido acusado de agressão contra a ex-namorada Priscila Jiménez em 2011, na época, menor de idade.

7 - Jobson

jobson
Reprodução
Jobson foi preso por estuprar quatro adolescentes


Ex-Botafogo e atualmente no Campinense, Jobson foi preso suspeito de estuprar quatro adolescentes no Pará, em 2016. Segundo a Polícia Civil do estado, uma das vítimas, na época com 13 anos, denunciou o jogador por divulgar fotos dela em situações pornográficas e por aliciá-la junto com outras três adolescentes para a chácara dele, embriagando-as para que os abusos acontecessem. Hoje ele responde em liberdade.

8 - Marcelinho Paraíba

Marcelinho Paraíba
Reprodução
Marcelinho Paraíba foi indiciado e preso por estupro em 2011


Aposentado, Marcelinho Paraíba foi indiciado e preso preventinamente por estupro no final de 2011 contra a advogada Rosália Zabatos de Abreu, após uma festa no sítio dele em Campina Grande, Paraíba. O irmão da vítima fez a queixa após saber que durante a recusa de um beijo, o jogador puxou o cabelo de Rosália, a mordido e tentado estuprá-la.

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

      Mostrar mais