Hana Pesut retrata “antes e depois” de duplas vestidas com roupas trocadas. Veja as imagens do Switcheroo Project e responda: você posaria?

Ao acampar com um grupo de amigos em maio de 2010, a fotógrafa canadense Hana Pesut, 30 anos, notou a grande diferença entre as roupas de um casal da turma. Enquanto a mulher usava estampas tie dye, acessórios com lantejoulas e uma echarpe de seda, o homem estava de jeans e camiseta pretos. “Ela estava toda colorida e brilhante, e ele de preto”, conta. “Pensei que seria divertido se eles trocassem de visual e eu fotografasse o antes e o depois”. Assim nasceu o Switcheroo Project, uma série de fotos que retratam duplas – de casais, amigas e até cachorros – vestidas com suas roupas originais e, na sequência, com as roupas do outro.

Desde então, Hana já fotografou mais de duzentas duplas para o projeto, em países de culturas tão diversas quanto Espanha, Japão, Áustria, México e Estados Unidos. Agora, ela tenta arrecadar fundos para financiar a impressão independente de um livro com suas fotografias. A pouco mais de uma semana do final, mais da metade dos custos foram cobertos (veja aqui como colaborar – em inglês) .

A dupla mais jovem fotografada por Hana tinha cerca de cinco anos. A mais velha estava na casa dos 60. Mas os risos são sempre garantidos. Segundo a fotógrafa, os modelos costumam se divertir durante a sessão. E, apesar do estranhamento inicial, o divertimento transparece nas fotos.

Embora as imagens possam suscitar reflexões sobre as diferenças de gênero, Hana garante que a concepção do projeto passou longe disso. “Achei que seria simplesmente uma forma divertida e interessante de retratar pessoas”, diz. “Mas muita gente analisou as fotos por esta ótica. Acho interessante que cada um tenha sua própria interpretação e reação às imagens”, conta.

Para Hana, que adoraria visitar o Brasil mais uma vez (ela veio antes de iniciar o projeto), fotografar os “switcheroos” não rendeu dinheiro, mas abriu portas. “Tem sido uma grande experiência, além de proporcionar a oportunidade de conhecer pessoas e cidades novas”.

Veja o site da fotógrafa com as fotografias originais do projeto aqui (em inglês).

Leia também

- Avô vira "ícone da moda" na China ao posar com roupas para adolescentes da grife da neta

- Crossdresser: quando o feminino pede espaço em um corpo masculino


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.