Conheça as diferenças e vantagens de cada método de depilação e escolha o ideal para você

Depilação definitiva é um assunto que interessa a muitas mulheres. A perspectiva de nunca mais precisar sofrer arrancando os pelos com cera ou lâmina, porém, não é real. As depilações a laser ou com luz pulsada, embora chamadas de “definitivas”, são, na verdade, de longa duração.

De qualquer forma, são as depilações mais duradouras, e, por isso, têm sido muito procuradas. A fisioterapeuta dermatofuncional Lia Leardini explica que a depilação a laser e a luz intensa pulsada (fotodepilação) tem o mesmo princípio: “Os dois métodos atuam emitindo uma radiação luminosa que é captada pela melanina presente nos pelos e transformada em calor”. Assim consegue-se o enfraquecimento do pelo e a eliminação de forma duradoura.

Que tal passar o verão todo sem precisar se depilar? O laser e a luz pulsada fazem isso por você
Thinkstock/Getty Images
Que tal passar o verão todo sem precisar se depilar? O laser e a luz pulsada fazem isso por você


A ação do laser depende da melanina que escurece os pelos. Por isso esse método é mais eficiente em pessoas que têm a pele clara e pelos escuros. “A melanina precisa estar concentrada nos pelos, e não na pele”, explica a dermatologista Roberta Bibas. Alguns tipos de laser podem queimar peles com mais melanina, portanto mais escuras.

A luz intensa pulsada, por sua vez, pode ser usada em pessoas com várias tonalidades de pele. Com um comprimento de onda diferente, a depilação é mais suave. “Como a energia é utilizada com menos intensidade nesse tratamento, a chance da pele queimar é bem menor. Então não existe tanto risco para peles mais escuras”, conta Roberta. Mas por ser mais suave, esse método de depilação pode ser menos eficaz que o laser.

As duas formas de depilação podem sensibilizar a pele e causar dor, mas a luz intensa pulsada é mais recomendada para quem sofre muito com dor. “O laser em geral usa uma ponteira menor e a temperatura da luz é maior, então causa mais incômodo”, diz Evangelina Gomes, responsável técnica da Depil Action. Quando comparada a outros métodos como cera e laser, a luz pulsada dói menos. “A maioria dos clientes relata um leve calor na aplicação”, descreve Lia.

Por outro lado, a depilação com luz intensa pulsada pede um número maior de sessões do que a depilação a laser. Se, em geral, cinco sessões a laser já dão resultado, a equivalência com a luz pulsada é de 12 aplicações, explica Roberta.

O preço também pode ser um fator na hora de decidir qual método é melhor para você. Uma sessão de luz intensa pulsada custa entre R$ 60 e R$ 70 em média. A sessão da depilação a laser pode custar entre $ 200 e R$ 700 dependendo da região escolhida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.