Lavar e hidratar os cabelos, limpar o rosto, se depilar e tomar banho: aprenda a fazer tudo isso de forma econômica e sem sofrimento

A diminuição do nível de armazenamento do Sistema Cantareira, principal fonte de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo, acendeu uma luz de alerta em todo o Brasil: é preciso usar esse recurso natural com economia e bom senso, para não correr o risco de ficar com as torneiras secas. E levantou uma dúvida em relação aos cuidados pessoais: como se manter limpa e com cabelos e pele bonitos sem desperdiçar?

Não há necessidade de litros de água para limpar a pele do rosto. Os produtos podem ser aplicados com algodão ou lenço umedecido e retirados com pouca água ao final
Thinkstock Photos
Não há necessidade de litros de água para limpar a pele do rosto. Os produtos podem ser aplicados com algodão ou lenço umedecido e retirados com pouca água ao final

O engenheiro especialista em recursos hídricos Germano Hernandes Filho, a dermatologista Giovana Moraes e o cabeleireiro Sylvio Rezende deram ao Delas dicas para aliar a manutenção da beleza ao controle do uso da água em diversas situações domésticas. “Quando sentimos a falta d’água literalmente na pele, atitudes que nem imaginávamos passam a ser naturais e aceitáveis”, diz Germano. Confira!

Ao tomar banho
A água só deve sair do chuveiro quando for realmente necessária. Ligue o chuveiro para molhar o corpo e o desligue para se ensaboar. Quando tiver acabado de esfregar o corpo com esponja e sabão, ligue o chuveiro novamente para se enxaguar. “Se não for lavar os cabelos, a duração ideal de um banho é de cinco minutos” , afirma Germano.

Dica extra: reserve em baldes a água fria que sai antes de o aquecedor fazer efeito na prática, ou seja, aquela que iria ralo abaixo por não estar quentinha. Ela pode ser utilizada para a descarga, para lavar louça e até para deixar roupas de molho, entre outros usos.

Ao lavar os cabelos
Concentre seus esforços no couro cabeludo, pois é a partir dele que a oleosidade se espalha pelos fios. Vale a mesma regra do banho de corpo: chuveiro ligado apenas para molhar e enxaguar os fios; enquanto estiver massageando cabeça e cabelos com o xampu, pode desligar a água. O processo todo deve durar no máximo cinco minutos.

Sylvio recomenda que o xampu seja aplicado duas ou três vezes , dependendo do quão oleosos estiverem os cabelos, e que a última lavada seja com xampu anti-resíduos, para a limpeza durar mais. O condicionador vai só na pontinha dos fios. Óleos, silicones e leave-ins podem ser esquecidos por um tempo. “Eles deixam os fios pesados e com aspecto de sujos mais rapidamente”, justifica o cabeleireiro.

Para manter os cabelos com aspecto de limpos no dia seguinte à lavagem
Lavar os cabelos um dia sim, um dia não ajuda a economizar bastante água de banho, mas há que se tomar uma providência para não desfilar raízes oleosas por aí. A melhor pedida é o xampu a seco  – produto em aerossol que pode ser encontrado em qualquer boa farmácia.

Para que as raízes não fiquem esbranquiçadas com o acúmulo do produto, Sylvio ensina: “O xampu a seco  deve ser aplicado a uma distância de 15 a 30 cm do couro cabeludo, em dois ou três movimentos circulares. Na sequência, é só passar uma toalha seca por toda a cabeça, para tirar o excesso de pó branco que aparecerá, e escovar os fios”.

Para hidratar os cabelos
Banhos de creme devem ser evitados, pois demandam que os cabelos sejam lavados já no dia seguinte. A solução está na natureza: água de coco. Segundo Sylvio, “ela reconstrói os fios, hidrata-os em toda sua extensão e os mantém leves por mais tempo”. Pode ser de caixinha ou garrafa, mas se for tirada direto da fruta, melhor.

Uma vez por semana, a água de coco deve ser aplicada por toda a cabeça depois da última lavagem com xampu e deixada para agir por 15 minutos. Depois é só enxaguar e passar o condicionador como de costume.

Ao tirar a maquiagem/limpar o rosto fora do banho
Se para você for imprescindível lavar o rosto, use a água fria reservada do banho (está no item “Ao tomar banho”, lembra?) para isso. Mas o ideal, de acordo com Giovana, é seguir uma rotina de limpeza com creme, tônico adstringente e hidratante anti-oleosidade.

“Lenços demaquiantes também cumprem bem a missão de remover a maquiagem ou de apenas limpar a pele, especialmente aqueles com componentes calmantes, como a aloe vera”, explica a dermatologista.

Ao depilar pernas e axilas
Esqueça a ideia de raspar os pelos com espuma e lâmina no banho – é um processo demorado e que desperdiça muita água. “Além disso, é lenda essa história de que é obrigatório passar água na perna ou nas axilas para se depilar com lâmina”, garante Giovana.

O processo, diz a dermatologista, é bem simples: basta aplicar a espuma sobre a pele seca e ir passando a lâmina onde houver necessidade. As lâminas podem ser limpas em toalha ou papel quando os pelos ficarem acumulados nelas. Para finalizar, basta limpar a região depilada com algodão embebido em pouquíssima água ou com lencinhos umedecidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.