Ideia de três mulheres compartilharem o mesmo homem foi desaprovada por mais de 60% das votantes

Os internautas do iG rejeitaram em enquete a ideia do “rodízio de marido”, ousadia conjugal proposta pela novela “Avenida Brasil” (TV Globo). Na trama, três mulheres, vividas pelas atrizes Carolina Ferraz, Débora Bloch e Camila Morgado , compartilham a companhia do mesmo homem, o personagem Cadinho ( Alexandre Borges ).

Cadinho (Alexandre Borges) se divide entre duas de suas mulheres, Noêmia (Camila Morgado) e Verônica (Débora Bloch)
Divulgação
Cadinho (Alexandre Borges) se divide entre duas de suas mulheres, Noêmia (Camila Morgado) e Verônica (Débora Bloch)

34.09% das internautas responderam que o “rodízio de marido” só funciona na novela e nunca daria certo na vida real.

Outros 30.84% das votantes também rechaçaram o inusitado arranjo conjugal, dizendo que ele é uma humilhação e que seria melhor ficar sem ninguém.

Somando as duas respostas, a rejeição totaliza 64.93%.

Já 28.64% das internautas acham que o rodízio da novela pode ser transportado para a vida real, mas que o homem a ser dividido teria que ser incrível.

Fechando a enquete, 6,43% das votantes responderam que só aceitariam fazer o compartilhamento se o marido fosse o próprio Alexandre Borges.

Capa do livro Love Times Three: Our True Story of a Polygamous Marriage, ainda não lançado no Brasil
Divulgação
Capa do livro Love Times Three: Our True Story of a Polygamous Marriage, ainda não lançado no Brasil

Compartilhar um marido por mais de uma mulher não é apenas uma obra de ficção como se imagina.

Em 2011, um quarteto polígamo do estado de Utah, nos Estados Unidos, publicou um livro contando como funciona a relação deles.

A obra "Love Times Three: Our True Story of a Polygamous Marriage", ainda não lançada no Brasil, foi escrita pelo executivo mórmon Joe Darger e suas esposas Alina, Vicki e Valerie. Detalhe, essas duas últimas são irmãs gêmeas.

“Eu prefiro compartilhar Joe a ter um homem só para mim que não tenha as mesmas qualidades. Eu vejo Joe como monogâmico. Ele é fiel a mim e às pessoas que esperam que ele seja fiel”, justificou Vicki no livro. Ela está há 22 anos com Joe. O quarteto tem 24 filhos.

No Brasil, uma relação polígama da vida real foi retratada no cinema, no filme “Eu Tu Eles”.

Mas a disposição do quarteto se invertia, com uma mulher, interpretada por Regina Casé , que vivia junto com os três maridos, interpretados pelos atores Lima Duarte , Stênio Garcia e Luiz Carlos Vasconcelos .

O filme foi inspirado na vida da agricultora nordestina Maria Marlene Silva Sabóia, que nos anos 90 viveu na mesma casa com três maridos no interior do Ceará.












Mais de Amor e Sexo: 
Perdas e ganhos dos casamentos abertos
Traição pode salvar um relacionamento?
Traidores online: eles são casados e buscam amantes pela internet 
Sites que facilitam a infidelidade chegam ao Brasil

>>> Assine a  Newsletter , curta nossa página no  Facebook  e siga o @Delas no  Twitter  <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.