Mulher com câncer
Getty Images
Mulher com câncer

Dia 04 de fevereiro é o dia mundial do combate ao câncer. Data criada com o objetivo de alertar e incentivar o diagnóstico precoce da doença que é a segunda principal causa de morte no mundo, de acordo dados da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS). A data é uma iniciativa global organizada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Apesar de ter sido tratada como doença fatal durante muito tempo, o câncer quando diagnosticado cedo, pode responder melhor a um tratamento, o que aumenta as chances de cura da doença. Veja a seguir quais os tipos de câncer que mais atingem às mulheres e quais medidas são recomendadas para prevenção e diagnóstico precoce. 

Câncer de Mama

Ele é causado devido a multiplicação desordenada de células anormais na mama. Seu número de casos vem aumentando cada vez mais ao longo dos anos no Brasil, com uma taxa de 66.280 novos casos em 2020. O Instituto Nacional do Câncer (Inca), recomenda realizar exames de rotina anuais, a mamografia a partir dos 50 anos. Além disso, recomenda-se realizar o auto exame se atentando a sinais como nódulos nos seios ou nas axilas, dor nas mamas e secreção nos mamilos. Um diagnóstico precoce pode aumentar em 50% as chances de cura. 

Câncer de Cólon e Reto

Este tivo de câncer obteve 20.470 novos casos em 2020 entre as mulheres. Sendo curável na maioria dos casos, atingindo majoritariamente mulheres acima dos 50 anos de idade. Seu diagnóstico pode ser feito através de exames de fezes, colonoscopia e radiografia , sendo de extrema importância uma alimentação saudável, rica em frutas, vegetais, cereais e peixes, além de atividades físicas como medida preventiva.

Leia Também

Câncer de Colo do útero

Seu principal causador é o vírus HPV, transmitido na maioria dos casos através de relações sexuais sem preservativo (penetração ou sexo oral). Em 2020 o Brasil teve 16.710 novos casos. Por isso o uso de preservativos e a vacinação se tornam de extrema importância para a prevenção do câncer, além de uma rotina de exames no ginecologista para realizar o preventivo, também chamado de Papa Nicolau. A doença também está relacionada a fatores como tabagismo e ao uso prolongado de pílulas anticoncepcionais sem acompanhamento médico. 

Câncer de pulmão 

Pouco alertado as mulheres, o câncer de pulmão teve 12.440 novos casos no ano de 2020. Além de ser o câncer com mais ocorrências desde 1985. Seu principal causador é o fumo, juntamente com a exposição à poluição e agentes químicos. 

** Daniela Ferreira é estagiária desde dezembro de 2021 das editorias iG Delas e Receitas. Estudante de jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo, é apaixonada por tudo o que está ligado ao universo feminino e por poder ouvir e contar as histórias das pessoas à sua volta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários