Exercícios físicos diariamente podem reduzir sintomas da TPM
Reprodução/Arquivo pessoal
Exercícios físicos diariamente podem reduzir sintomas da TPM

TPM é conhecida por sintomas como estresse, cólicas, mudanças de humor repentinas, dores nas pernas, entre outros, que variam de pessoa para pessoa. Mas é possível haver uma redução desses  sintomas de uma forma um tanto quanto incomum:  praticando exercícios físicos todos os dias.

O personal trainer Clayton Gomes, graduado em educação física pela Unip, e pós graduado em treinamento desportivo pelo FMU, afirma que essa redução é comprovada cientificamente, e que o corpo vai ficando mais resistente conforme vai se adaptando aos exercícios rotineiramente. “Quando você se exercita todos os dias, seu corpo fica mais forte e os músculos trabalham para que as dores recebidas pela menstruação sejam mais suaves, além de contribuir para uma vida mais saudável obviamente”, afirma Clayton.

Apesar do estranhamento inicial da união de malhação com menstruação, além das mulheres que participaram do estudo mencionado pelo preparador físico,  a modelo Mel Lima resolveu testar para conferir se realmente funciona. “Eu percebi que o meu corpo sentiu menos os impactos da TPM após começar praticar os exercícios físicos todos os dias e meu humor nesse período também melhorou muito”, afirmou Mel. Atualmente ela partilha estas dicas em suas mídias sociais, a fim de divulgar esta informação.

Ela relata que teve uma adolescência de muita cólica na TPM e indisposições para fazer as atividades do dia a dia, mas quando começou a praticar os exercícios físicos regularmente os sintomas da TPM reduziram drasticamente. Vale ressaltar que os exercícios praticados no período menstrual são mais leves, como a aeróbica.

As mulheres podem sentir mais disposição para malhar no início do ciclo e menos disposição ao final, isso ocorre por conta dos níveis de estrogênio e progesterona, sendo o estrogênio mais presente no início dando mais energia e o progesterona deixando o corpo mais desconcentrado no final do período menstrual. “Por isso é importante ter o acompanhamento de um personal treiner nos treinos, para que ele possa fazer uma avaliação de caso a caso”, conclui Clayton.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários