Tamanho do texto

"Mini wedding", "home wedding" ou "destination weeding". Veja os pontos positivos e os negativos e como organizar essas opções de casamento

A vontade de celebrar a união com seu companheiro em uma cerimônia ou festa de casamento elaborada pode causar muitas dúvidas para os casais. Mas antes de se preocupar com convite, decoração, buffet ou vestido de noiva, existe uma pergunta que os noivos precisam fazer: qual, entre tantos tipos de casamento, vai ser o meu?

Leia também: Sete dicas de como escolher o melhor buffet de casamento para a sua festa

A escolha de um, entre tantos tipos de casamento, depende do que os noivos querem e podem oferecer aos convidados
shutterstock
A escolha de um, entre tantos tipos de casamento, depende do que os noivos querem e podem oferecer aos convidados

Para te ajudar nessa missão, o Delas selecionou os principais tipos de casamento , além do tradicional. O "destination wedding", por exemplo, quando os noivos escolhem um destino diferente para celebrar o casamento, está se popularizando por aqui. Já o "mini wedding" ou "home wedding", cerimônia com número reduzido de convidados ou feita em casa, respectivamente, foram listadas como principais tendências deste ano. 

De acordo com Luciana Freitas, assessora de casamentos e especialista do iCasei, a primeira coisa que o casal deve ter em mente é se prefere uma festa mais intimista, apenas com pessoas mais próximas, ou algo maior e mais extravagante. 

"Nesse caso o 'mini wedding' é adequado ao primeiro perfil. Já quando optam pelo 'destination wedding', os noivos geralmente acabam passando mais tempo com os convidados, chegando até a estender a cerimônia ou festa por mais de um dia, ou seja, há mais comemorações envolvidas, mesmo quando o número de convidados é reduzido." 

Essas ideias, porém, só funcionam se os noivos querem fugir do estilo mais tradicional. "Essas festas são para quando o casal quer inovar e ter uma festa diferente. O importante é ter ideias que sejam atemporais e possíveis de serem realizadas dentro do contexto da festa de casamento, principalmente porque isso envolve várias pessoas convidadas, com estilos e idades diferentes." 

Pontos positivos e negativos de cada um dos tipos de casamento

Entre os tipos de casamento, o 'destination wedding' está entre os mais caros, já o 'mini wedding' pode ser econômico
shutterstock
Entre os tipos de casamento, o 'destination wedding' está entre os mais caros, já o 'mini wedding' pode ser econômico

Luciana afirma que todos os tipos de casamento têm pontos positivos e negativos. No caso de escolher um destino fora da sua cidade para fazer a cerimônia e a festa, por exemplo, o lado bom é agregar uma experiência e dar uma oportunidade aos convidados de conhecerem novos locais, além de permitir uma confraternização que dure mais do que apenas uma noite.

As praias continuam sendo destinos muito procurados para esse tipo de ideia. "Acredito que por proporcionarem cenários lindos, o astral, o clima e agregar, muitas vezes, mais opções de entretenimento, como um lual ou um sunset no pré e pós-evento", aposta a especialista.

"Já o lado negativo do 'destination wedding' é que é preciso investir mais com logística, já que os convidados precisam se deslocar para prestigiar o casal. Além disso, existem gastos com brindes para quem for ao casamento, hospedagem, passagem de avião e ter que transportar itens necessários, como o vestido da noiva, por exemplo", diz Luciana.

Uma boa ideia para economizar é mesclar o "destination" e o "mini wedding", chamando poucos convidados para comemorar o dia do casamento em um local diferente. A principal característica do "mini", é realmente tornar o evento mais intimista. No primeiro caso, em vez de convidar 200 pessoas, a lista para a celebração e festa pode ficar ser reduzida e focar em 80 convidados, por exemplo. 

O principal desafio, neste caso, é montar a lista de convidados. Como reunir todos os amigos e familiares queridos? A principal dica é fazer uma lista com as pessoas essenciais, que não podem de maneira nenhuma perder esse dia importante. A partir daí, conforme houver espaço, dá para chamar mais convidados, mas sem esquecer que a ideia é algo pequeno. 

Entretanto, Luciana afirma que esse "corte" na lista de convidados não é sinônimo, necessariamente, de economia. "Há alguns itens do casamento que tem valor por pessoa, como buffet, doces e bebidas, ou seja, quanto maior a festa, menor o valor por pessoa. O restante dos itens acabam não importando tanto pelo número de convidados, mas claro que no orçamento final quanto maior o número de pessoas, maior o investimento." 

Já o "home wedding" nada mais é que a celebração e festa que ocorrem na casa da noiva ou noivo ou até mesmo na casa dos pais de um deles. Indo contra as duas ideias citadas anteriormente, a ideia aqui é manter o evento algo mais local e o número de convidados pode variar de acordo com o tamanho do espaço. 

Segundo a assessora de casamentos, existe também uma nova categoria, que está se popularizando cada vez mais: o "elopment wedding". O termo “elope”, em inglês, quer dizer “fugir”, então é um dos tipos de casamento que foca apenas para o casal. "É extremamente intimista, apenas os noivos na presença do celebrante e do fotógrafo. Geralmente seguido de um jantar a dois, apenas para o casal."

Os tipos de casamento influenciam em quê?

Segundo especialista, escolher um entre os tipos de casamento, pode influenciar em fatores como decoração e buffet
shutterstock
Segundo especialista, escolher um entre os tipos de casamento, pode influenciar em fatores como decoração e buffet

Apesar de mudar a localização da cerimônia e da festa, escolher um dos tipos de casamento citados não quer dizer que todas as outras coisas que estão no planejamento, como decoração, vestido de noiva e bolo, por exemplo, também precisem mudar. Mesmo assim, a especialista afirma que é importante que o casamento mantenha uma linguagem e uma identidade, tanto com o casal como com a proposta do casamento.

"Se for estilo clássico, uma decoração com temas mais sóbrios e flores nobres faz mais sentido. Já se for um casamento na praia, vale uma decoração tropical, colorida, bem alegre, assim como vestidos mais fluidos para a noiva e convidadas", afirma. 

Entretanto, é importante saber que a ideia de casamento mudou muito nos últimos tempos. "Antigamente eram os pais ofereciam a festa de casamento, por essa razão as festas eram maiores, com os amigos dos pais de ambos os lados do casal, além dos familiares e muitos amigos dos noivos." 

Hoje em dia, essa perspectiva é totalmente diferente, principalmente pelo fato de que os noivos são responsáveis por arcar com os custos da cerimônia e da festa. "Por isso, os casais acabam optando por tipos de casamento com festas menores, convidando apenas os familiares próximos e amigos dos noivos. Antes, o casamento tinha uma função mais social e hoje tem a função mais festiva", finaliza. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.