Tamanho do texto

Saiba como lavar, guardar e conservar cada um dos tecidos de suas roupas na época mais fria do ano, deixando as bonitas por muito mais tempo

O frio chegou com tudo em algumas cidades brasileiras e com ele aparecem os tecidos mais bonitos da estação. Na vitrine ou no armário, as roupas de inverno - mais pesadas e com produções cheias de sobreposições  - ganham destaque. 

Como guardar as suas roupas de inverno dentro do armário
Getty Images
Como guardar as suas roupas de inverno dentro do armário

Entretanto, mais do que vestir, como guardar as roupas de inverno dentro do guarda-roupas? Esse tipo de peça, feitas de couro, lã e cashmere, ou até mesmo as mais trends como o veludo molhado e suede merecem uma atenção especial.  Porém, como fazê-lo?

“É necessário entender que para cada um dos tecidos e peças há um tratamento adequado a se tomar na hora de lavar, secar, passar e guardar a roupa. A temperatura da água, o produto químico utilizado na hora de lavar, o método de secagem, a temperatura do ferro e a forma de guardar influenciam na durabilidade da peça e podem causar manchas, deformação e até inutilizá-la permanentemente. Por isso, é imprescindível que se conheça cada detalhe das roupas”, alerta Alaor Chiodin, diretor da Lavanderia Wash, especializada em roupas finas.

Veja as dicas e truques do profissional e aprenda como conservar, guardar e lavar suas roupas de inverno, deixando-as sempre bonitas.

Veludo molhado e suede

O veludo molhado (ou veludo alemão) é um tecido com brilho e extremamente delicado . Não deve ser lavado na máquina comum, em casa, porque o atrito quebra suas fibras e ele marca completamente. Também não deve ser torcido, pelo mesmo problema. É um tecido que mancha facilmente, tanto com resíduos de sujeira, como alimentos e bebidas, quanto pelo uso incorreto de sabão em pó.

“O ideal é observar a etiqueta de lavagem e limpá-lo a seco. Vale lembrar que limpeza a seco é realizada com solvente, sem água, por lavanderias especializadas”, explica Chiodin.

O mesmo vale para o suede. “Esse delicado tecido mancha até com desodorante. É dificílimo de ser limpo e jamais pode receber o contato com a água. Somente a limpeza a seco o deixa como novo”, alerta.

Na hora de guardar, é importante que as peças sejam protegidas por capa de TNT ou simplesmente penduradas do lado avesso.


Couro

via GIPHY

Alaor Chiodin sempre lembra que o couro é uma peça viva e precisa respirar. Mesmo sendo uma roupa de inverno, muitas vezes as peças desse material são facilmente usadas em outras estações.

“Tire suas peças de couro do armário para arejar e nunca as guarde imediatamente após o uso. Deixe-as pendurada de um dia para o outro, à sombra, em lugar ventilado. Depois, pendure-as em cabide largo e proteja-as com capa de TNT. É importante lavá-las, apenas em lavanderia especializada em couro, periodicamente, para que durem muitos anos. Nunca as molhe em casa porque elas apodrecerão”, ensina ele.


Lã e Cashmere

 O grande problema dessas peças não é o método de lavar – e sim a forma como devem ser secas. “A lã e a cashmere deformam. A água pesa nas fibras e estica a peça. Além disso, elas não podem ser lavadas na máquina comum e nem em centrifugadas. Precisam secar na horizontal e não devem ser colocadas na máquina de secar, porque encolhem. São muitos detalhes que, se não forem observados, estragam a peça após o primeiro uso".

Melhore a imagem pessoal combinando as cores de suas roupas

Peças de alfaiataria, trench coats, sobretudos e capas

via GIPHY

Mais uma vez, o problema é a deformação. “Quem compra uma peça de alfaiataria busca o corte perfeito, o caimento adequado. E se espanta após lavá-la e secá-la de qualquer maneira e ela perder toda a sua elegância. É o erro de colocar na máquina caseira, porque o atrito entorta a peça e a deforma, ou pendurar de maneira errada”, diz o profissional.

Além disso, ele alerta para o ferro desregulado. “O ferro comum causa brilho na peça, o que a estraga permanentemente. É muito deselegante usar um blazer ou uma calça com brilho nas costuras, proveniente do ferro de passar. Nas lavanderias, isso não acontece porque o ferro é especial e regulado na temperatura correta”, diz.

Trench coats, sobretudos e capas, roupas de inverno essenciais no armário, passam pelo mesmo problema, com o agravante que não secam direito pelo tamanho maior das peças ou não são passadas adequadamente, pelo mesmo problema. “O ideal é passá-las na mesa, se for o caso de fazê-lo em casa, observando-se o cuidado com as mangas, para não marcá-las”, finaliza Alaor.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.