Saiba como cuidar do couro cabeludo do bebê
Pixabay
Saiba como cuidar do couro cabeludo do bebê

Desde os primeiros dias após o nascimento, a pele do bebê, sensível e delicada, passa por diversas transformações para se adaptar à vida fora do útero. Há algumas condições que acabam surgindo por conta das transformações após a vida fora do útero da mamãe.

Entre no  canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais! 

Logo nas primeiras semanas, após o nascimento do bebê, a crosta láctea pode aparecer e gerar problemas. Também conhecida como dermatite seborreica, esta condição não é grave, mas ainda traz muitas dúvidas aos pais sobre o que fazer quando o couro cabeludo do pequeno começa a descamar.

A tricologista Viviane Coutinho dá dicas de cuidados para que o couro cabeludo do seu bebê mantenha-se saudável já nas primeiras semanas fora da barriga e que doenças como as citadas acima sejam evitadas.

“O couro cabeludo do bebê começa a descascar e é preciso ficar atento, pois aparecem placas (casquinhas) que são formadas e acompanham leves vermelhidões. Pode surgir em outros locais do corpo como atrás das orelhas, axilas, virilhas e sobrancelhas”, diz a especialista.

“A crosta láctea é benigna, transitória e muito frequente nos pequenos. Em geral, inicia-se nos primeiros 15 dias de vida e pode chegar até o oitavo mês”, explica.

Acompanhe também perfil geral do Portal iG no Telegram !

Para evitar a doença, é preciso alguns cuidados. “Não é recomendado lavar a cabeça da criança todos os dias. E quando for lavar. Use sempre shampoo preventivo a cada 2 ou 3 dias. Nos dias de muito calor, use somente água”. Ela ainda indica outro produto para auxiliar. “Usar óleos vegetais puros para lubrificação das placas e assim facilitar a soltura”, recomenda.

Para retirar as plaquinhas no couro cabeludo do bebê “penteie com uma escova macia e suave e não tente tirar as crostinhas com as unhas para não machucar”, alerta Viviane. Para melhor, o diagnóstico Viviane indica que “busque por pediatras e dermatologistas para combater de vez a crosta láctea”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários