Mãe cansada é termo líder de busca no Google
Foto de Ketut Subiyanto no Pexels
Mãe cansada é termo líder de busca no Google

"Mãe cansada"  é o termo líder de pesquisas no Google, de acordo com o próprio buscador. Desde 2015, a palavra "cansada", no feminino, é mais buscada do que no masculino ("cansado").  Com o início da pandemia, em 2020, o termo começou a vir acompanhado da palavra "mãe" ou "maternidade".  O resultado por notícias, textos ou outros resultados mostram que o cansaço mental e psicológico é uma realidade maior nas mulheres, especialmente as mães .

"O que dizer para uma mãe cansada" é uma das frases mais buscadas no Google, que também demonstra que o pico de pesquisas foi em março - considerado o mês da mulher por celebrar o 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Uma das leituras que este dado oferece é que existem pessoas interessadas em melhorar a realidade das mães, abrindo espaço para conversas de como acolher estas mulheres.

As redes sociais têm impacto no crescimento deste diálogo, especialmente com pessoas desconhecidas e celebridades falando sobre maternidade real. As atrizes Giselle ItiéSamara FelippoCarolinie Figueiredo criaram a "segunda das exaustas" durante a pandemia, onde elas conversam sobre maternidade, maternidade solo, criação de filhos e outros assuntos. 

A não mais tão anônima Andressa Reis, moradora de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, fala sobre criação respeitosa, amamentação, maternidade real, relacionamento e trouxe um novo significado para o "não fiz nada o dia inteiro"- uma sátira à frase que pessoas usam para falar sobre mulheres mães que trabalham em casa e cuidam dos filhos que ainda mamam.

Também existem marcas de roupas voltadas a abordar o tema da maternidade real, como a Mamahood Store, Punk is Dad Store e Mama Bird. Entre camisetas, canecas e tatuagens infantis, a proposta é trazer a reflexão sobre o cansaço materno e qual o papel da sociedade no que diz respeito à mães e crianças.





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários