Mariana Rios passou por uma grande perda recentemente. Em julho, a atriz e cantora anunciou para todos que estava esperando uma bebê , era uma gravidez planejada, fruto do relacionamento com o empresário Lucas Kalil. Uma semana após contar a novidade para todos, a artista sofreu uma perda gestacional . Em entrevista à revista Marie Claire, ela relembrou o período da gestação. 

Mariana Rios
Reprodução/Instagram
Mariana Rios fala sobre a gravidez e a perda gestacional

A atrista contou que pensou em engravidar no começo do isolamento social, após ter que desmarcar a cerimônia de casamento. Sem saber quando poderia voltar ao trabalho, Mariana decidiu que era um bom momento para ter um filho e o namorado concordou. "Perguntei pro Lucas: 'O que você acha de a gente ter um filho agora?'. Ele sempre quis muito. Decidimos: 'Vamos embora!'. Tomava anticoncepcional havia anos, pensamos que ia demorar um pouco. Engravidei no primeiro mês", recorda. 

Ela conta que ficou muito feliz ao descobrir que estava grávida. "Não imaginei que ficaria tão radiante. Naquele dia já virei mãe, mudei minha vida inteira. Sou caxias com tudo, então imediatamente cortei açúcar e café, passei a tomar as vitaminas no horário certinho. Pensava: preciso fazer minha parte. Porque, se acontecer alguma coisa, estou com a consciência tranquila", ela comenta. 

A atriz disse que esperou um tempo para contar a novidade a todos e só divulgou que iria ter um filho após o médico permitir. Durante a gestação, ela chegou a ouvir o coração do bebê quatro vezes e preferiu não saber o sexo da criança. Foi uma semana depois do anúncio, que ela descobriu que havia sofrido um aborto espontâneo. Ela conta que durante uma consulta não foi possível ouvir os batimentos cardíacos e explicaram que ela havia sofrido um aborto retido, quando o corpo não expulsa o feto que parou de se desenvolver.

O luto

"Primeiro, me permiti sofrer, viver o luto. E, depois, enfrentar. Sofri, mas deixei ir. Não fico presa no sofrimento. Automaticamente comecei a pensar no porquê de passar por aquilo, espiritualmente falando. Sou espírita, mas não é só sobre religião: acredito que, para evoluir, a gente precisa passar pelas coisas, e algumas vão ser tristes, infelizmente. Agradeci a oportunidade de ter me tornado mãe de anjo, com muita tranquilidade de que tinha feito a minha parte. Também entendi, de fato, que quero muito ter um filho", reflete a cantora. 

Mariana revelou que preferiu não fazer nenhum procedimento de retirada do feto e esperou a perda espontânea. "Fiquei 12 dias com ele na barriga aguardando acontecer. Foi um tempo importante. Olhava para a barriga e conversava: 'Olha, sei que você precisa ficar mais um tempinho aqui, fique o quanto precisar. Mas, quando você tiver de ir, espero que Deus nos ilumine pra ser de uma forma tranquila. E que meu organismo limpe tudo, para não precisar fazer nenhuma intervenção, algo que possa prejudicar meu útero'", ela recorda.

A atriz contou que os pais dela vieram ficar com lhe fazer companhia durante esse período e recebeu muito apoio deles. A artista também fala que sente vontade de engravidar novamente, mas está deixando tudo acontecer naturalmente e sem planejar. Mariana disse que seu corpo ainda está se recuperando, ela ainda não menstruou após a perda e o útero ainda não voltou ao tamanho normal.

    Veja Também

      Mostrar mais