Courtney Evans, 17 anos, da Inglaterra, estava sentido fortes dores no estômago quando foi ao hospital por suspeitar de uma apendicite. No entanto, o que ela não esperava é que, na verdade, tratava-se de uma gravidez. Ou seja, as dores estavam indicando um trabalho de parto.

Leia também: "Cílios tá ok, unha tá ok!": Mãe gasta R$ 15 mil para se sentir sexy no parto

mãe com filho arrow-options
Reprodução/Daily Mail
Courtney Evans foi internada com suspeita de apendicite quando descobriu que estava grávida de 34 semanas

Ao site Daily Mail , ela conta que estava tomando pílula anticoncepcional e não apresentou nenhum sintoma de gravidez , apenas um leve ganho de peso. Por isso, ficou em choque quando o médico a informou que estava na 34ª semana de gestação .

“Acordei e senti dores como se estivesse menstruada. Senti que estava com o estômago ruim”, lembra ao relatar que acordou várias vezes aquela noite. Ela conta que acordou o namorado Bryn, dizendo que estava com muita dor e pedindo ajuda.

Leia também:Mãe cria "diário do coronavírus" para filhas estudarem em casa

“A mãe deve me levou para um hospital achando que eu estivesse com apendicite . Lá, eles me deram morfina, também acreditando que esse era o caso. Então, um médico fez um exame de ultrassom, olhou para mim e disse: ‘Esse é o seu bebê’. E eu: ‘Você está brincando?’”, continua.

Courtney conta que poucas horas depois deu à luz Leo e estava tão em choque no início que rejeitou o filho e não quis segurá-lo. Depois de um tempo, a ficha caiu e ela começou a jornada na maternidade.

    Leia tudo sobre: gravidez

    Veja Também

      Mostrar mais