O carnaval está chegando e já é hora de planejar a folia com os pequenos. Nesses momentos de diversão, seja nos bloquinhos infantis ou na praia, não são raros os casos de crianças que se perdem dos pais. Apesar de ser praticamente inevitável não se desesperar em situações como essa, o segredo está em ser ágil e tomar as devidas providencias.

Leia também: Maquiagem para crianças: cuidados e inspirações para o carnaval

carnaval com crianças arrow-options
Wilson Dias/Agência Brasil
Percebeu que seu filho não está mais por perto? Busque a estrutura de segurança do local

Em entrevista ao Delas, especialistas em segurança falam quais as principais orientações para casos de crianças que se perdem e ainda dão dicas de como garantir um carnaval com crianças com muita diversão e segurança.

Meu filho se perdeu, e agora?

Em primeiro lugar, tente manter a calma! Leandro Longhi, especialista em segurança e sócio da Squadra Gestão de Riscos, fala que assim que perceber que a criança não está por perto, busque a estrutura de segurança do local e passar as características da criança para deixar todos em alerta. Em espaços públicos, procura a polícia militar. Na praia, o salva-vidas.

Para se prevenir, Aliesh, psicóloga e sócia Carpediem Escola de Formação de Agentes de Segurança, sugere fotografar a criança antes de sair de casa. “Fotografe os pequenos com as roupas que estiverem usando, para facilitar na identificação e procura deles, perguntando para as pessoas do local”, diz.

Nesse momento, as redes sociais são um aliado dos pais. Faça uma publicação com todas as informações da criança: nome, idade, descrição e quais foram os últimos passos. Se possível, compartilhe isso na página do evento que estavam.

Nas praias, Leandro comenta que é muito comum bater palma quando uma criança se perde. Por isso, fique atento aos sinais e fale com as pessoas ao redor. Seguindo as orientações, é possível que rapidamente a criança seja encontrada.

Leia também: 7 ideias de fantasias de carnaval fresquinhas para as crianças

Dicas de segurança para o carnaval

pulseira de identificação arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil
A pulseira de identificação é essencial para evitar o desaparecimento de crianças em eventos como o carnaval

Para evitar situações como essas, os especialistas ainda dão algumas dicas:

Identifique a criança

Identificar os pequenos com algum crachá ou pulseira com nome da criança e número de telefone dos pais é fundamental., explica que se a criança se perder, vai ser mais fácil alguém ajudar a localizar os pais.

Além dos dados de identificação, , sugere que os pais coloquem alguma vestimenta mais chamativa na parte superior da criança. Pode ser um boné de cor forte, por exemplo. Assim é mais fácil garantir a vigilância.

Fique em alerta

Leandro fala que é muito importante que o adulto tenha em mente que ele está indo para o evento cuidar da criança e não curtir. Aliesh concorda e orienta evitar o uso de bebidas alcoólicas. “Na presença do álcool, as pessoas diminuem ou até perdem os sentidos, o que inviabiliza totalmente manter as crianças em segurança”, fala.

Outra recomendação é manter sempre a criança dentro do seu campo de visão e, se o ambiente começar a ficar muito cheio, dê as mãos para ela.

Garanta um ambiente seguro e adequado à idade

Leandro orienta levar os pequenos apenas em eventos pensados para o público infantil. Isso garante mais crianças e pais no ambiente, o que é mais seguro. Caso contrário, a faixa etária variada e o excesso de pessoas pode não ser muito interessante. “É importante atentar-se ao local e estrutura do evento para certificar-se que criança vai contar com uma estrutura mínima para brincar com segurança”, completa Aliesh.

Leia também: Confira os principais cuidados para curtir o carnaval com bebês

Oriente a criança

Os pais também devem orientar algumas medidas de segurança às crianças. Aliesh recomenda fazer uma espécie reconhecimento do local com a criança, mostrando por onde vocês vão circular. “Mostre pontos de referência de locais, inclusive placas, onde ela deve ficar aguardando o pai ou mãe ir buscá-la no caso de se perder”, fala. Também é interessante combinar um ponto de encontro se ela se perder.

Fale também que ela não deve sair correndo ou se distanciar dos pais. Além disso, mostre quem são os adultos que seu filho deve procurar caso se perca. Podem ser seguranças, organizadores do evento ou até a polícia militar se for um bloco de rua. Se estiverem na praia, pode aproveitar para apresentar a criança ao salva-vidas.

    Veja Também

      Mostrar mais