mulher deitada em maca com bebê no colo sorri para a camera ao lado de homem, de pé ao lado cama
Reprodução/SWNS
Casal considerava adoção traducional quando descobriu a possibilidade de viver a gestação

Nem barriga de aluguel nem adoção tradicional. A família Tos, do estado norte-americano do Colorado, tem uma história diferente em sua árvore genealógica. Alex, o bebê mais novo do casal, foi concebido através de uma “adoção de embrião”. Ou seja: os pais biológicos do pequeno fizeram uma doação embrionária que permitiu que a mãe adotiva gestasse o filho e desse à luz.

Leia também: Mulher com endometriose relata batalha para engravidar por fertilização in vitro

Michelle, mãe de Alex, explicou à agência britânica SWNS que “quando os casais em processo de fertilização têm um embrião extra e suas famílias já estão completas, têm uma decisão a fazer: podem doar o embrião para outros casais, podem doar para estudos científicos ou simplesmente autorizar que o embrião seja destruído”. 

Felizmente, a primeira opção foi escolhida pelos pais biológicos de Alex, que ganhou uma nova família três anos após o congelamento do embrião . Na época, o casal Michelle e Bobby, que já eram pais do pequeno Ethan – concebido via fertilização in vitro -, considerava a adoção tradicional quando viram um anúncio que explicava o processo de adoção embrionária. “É como se ele tivesse esperado por nós por todo esse tempo”, comentou Michelle, que se diz feliz por viver novamente a experiência da gravidez .

Apesar de o termo ser comum entre empresas de fertilização, o conceito de adoção embrionária não é oficial nos Estados Unidos, já que a lei do país reconhece como “adoção” apenas casos de crianças já nascidas.

Leia também: Útero duplo faz mãe dar à luz gêmeos com três meses de diferença

Ainda emocionada pela chegada do novo membro, a família diz que mantém contato com os pais biológicos do bebê e que, quando Alex chegar à idade correta para entender sua história, pretendem conversar de maneira natural sobre o assunto.

    Leia tudo sobre: gravidez

    Veja Também

      Mostrar mais