Tamanho do texto

Pai disse que até tentou livrar a pequena do assento, mas ficou com medo de machucar a filha e, por isso, decidiu pedir ajuda de um médico

Um pai envergonhado precisou levar sua filha ao hospital após ela sofrer um pequeno “acidente” doméstico. Na ocasião, Scott Webber, de 28 anos, estava cuidando da pequena Josie, de dois, quando ela foi até o banheiro. No entanto, a criança ficou com um assento de privada cor de rosa preso na cabeça.

Leia também: Mãe mostra fotos e faz alerta após filho quase se enforcar em acidente doméstico

criança com assento sanitário na cabeça arrow-options
Reprodução/Metro.co.uk
Josie, de dois anos, ficou com um assento sanitário preso na cabeça, mas o pai não conseguiu tirar e a levou até o hospital

O pai tentou tirar o assento da cabeça da filha, mas a peça estava raspando nas orelhas de Josie, que reclamou que isso a estava machucando. Diante da situação, ele não teve escolha e decidiu procurar ajuda médica. “Eu não pude acreditar quando vi o que ela tinha feito”, brinca Webber, de acordo com o portal metro.co.uk

Ele conta que a pequena foi ao banheiro e gritou por socorro. "Não sabia o que pensar. Fiquei tão chocado", afirma. “Eu disse a ela para parar de mexer”, continua. Depois de chamar a esposa, Laura Thompson, de 29 anos, o homem colocou a filha no carro e a levou ao Minehead Community Hospital, em Somerset, na Inglaterra. 

Leia também: Mãe posta foto da filha com perna quebrada e alerta sobre cuidados com crianças

"Quando entramos no hospital , todos olharam para nós", relembra. “Eu não os culpo, mas uma mulher começou a rir e Josie não gostou nem um pouco”, continua. “Ela gritou: ‘Não é engraçado’, mas todos concordamos que foi”, ressalta. Weber ficou preocupado que eles precisassem cortar o objeto, mas os profissionais conseguiram removê-lo sem danificá-lo.

Leia também: Criança pega herpes após ser beijada, quase fica cega e mãe faz alerta

“O assento ainda está no porta-malas do meu carro. Não estou arriscando que ela faça isso de novo”, aponta o pai. “Compramos outro que ela não vai conseguir colocar na cabeça. Só por precaução”, completa. A pequena Josie, no entanto, agora acha o incidente engraçado e não consegue repetir a história sem dar gargalhadas.