Tamanho do texto

Quando a mulher contratada deu à luz, veio a indignação: "Não sou o pai"

Um desabafo feito no site Reddit  está dividindo os internautas. No texto, o homem conta como ele e a mulher sempre sonharam em ter um filho e como a escolha por uma barriga de aluguel acabou em uma surpresa nada agradável. 

Leia também: Pais recebem visita de estranhos após nascimento do filho; saiba o motivo

Casal recorre à barriga de aluguel e tem surpresa arrow-options
shutterstock
O homem relatou a chateação que o casal teve logo após o parto e, após exame, constatou: "Eu não sou o pai"


No relato, o homem, que não foi identificado, destaca que a esposa foi diagnosticada com síndrome dos ovários policísticos e já havia sofrido três abortos espontâneos. Ainda assim, eles queriam ser pais. Quando a mulher completou 40 anos, eles decidiram "pagar muito dinheiro" para uma mulher que se dispôs a ser barriga de aluguel  para eles.

O rapaz destaca a expectativa vivida por ele e pela companheira para terem a criança em seus braços e a felicidade com o nascimento, mas diz que esses sentimentos acabaram ainda na sala de parto . "Minha esposa e eu estávamos tão animados no dia do nascimento, mas quando vi o bebê, eu sabia que havia algo errado", diz.

"O bebê tinha características asiáticas, cabelos pretos e olhos castanhos, e nós somos brancos, pessoas loiras de olhos azuis", explica o homem. "Nós imediatamente levantamos a questão com os médicos e pedimos um teste de DNA", relembra. As suspeitas foram comprovadas assim que o exame ficou pronto: "Eu não sou o pai", desabafa o rapaz.

Leia também: Carta de vizinho choca mãe de criança com câncer e ela desabafa no Facebook

Para realizar o procedimento com a barriga de aluguel, o casal contratou os serviços de uma clínica de fertilização . Indignados com o ocorrido, retornaram ao local para averiguar o que poderia ter acontecido nesse caso. "Eles fizeram uma investigação e nos disseram que havia uma confusão 'extremamente rara' e nos ofereceram uma compensação financeira", conta ele no texto.  

O homem faz questão de enfatizar que ele e a mulher não se importam com "raça", mas estão chateados pelo fato de o bebê não ser geneticamente deles e afirmou que pretendem tomar "medidas legais" contra a clínica de fertilização. Além disso, ele questiona se é uma pessoa ruim por considerar não ficar o bebê.

A reação da internet

Nos mais de quatro mil comentários da postagem, os internautas se dividiram e muitos ficaram "furiosos" com a possibilidade do casal não ficar com a criança. "Como homem, eu me sentiria magoado, mas se isso é algo que eu queria e minha esposa queria, eu não perderia a chance que nos foi dada por causa disso", opina um usuário do fórum. "Você trouxe esta criança ao mundo, agora você tem a responsabilidade de cuidar dela", pontua outro.

Leia também: Mãe lambe sorvete da filha, mas se arrepende após menina contar "segredo"

Há, no entanto, pessoas que relataram entender a opinião do casal. "Não ignorem o fato de que eles estavam tentando o próprio filho", diz um comentário. "Se eles quisessem apenas um bebê, poderiam ter adotado um menino ou uma menina que seria mais barato do que uma barriga de aluguel ", finaliza o internauta.