Tamanho do texto

Segundo professora e psicanalista, o fundamental é ser firme: “Você argumenta com os seus amigos. O pai é quem dá o corte, é ele quem fala não”

Como impor limites aos filhos? Está aí um desafio para a maioria dos pais. Alguns adultos podem até não concordar com determinada situação ou comportamento dos filhos, mas acabam cedendo por não encontrar a melhor forma de dizer “não”.

Leia também: "Seja pai e não amigo", diz psicanalista sobre como educar os filhos

mãe com filha brava arrow-options
shutterstock
Impor limites aos filhos é uma dificuldade para muitos pais, mas psicanalista alerta sobre a importância de dizer "não"

Mas, por que será que os pais acham tão difícil se opor aos filhos e assumir uma figura de autoridade? Conversamos com a professora e psicanalista Mônica Cruz sobre o tema e, segundo ela, impor limites  é mais simples do que você imagina. 

De acordo com a profissional, os pais têm medo de falar “não” aos filhos . “As pessoas dizem: ‘Se eu falar ‘não’, meu filho não vai mais me amar’. Ele vai te amar. Você é o pai e está acima dele. Você pode falar ‘não’ quando quiser”, afirma a profissional. 

Ao ser questionada sobre como fazer isso, Mônica dá uma resposta simples: “É só falar ‘não’”. Para a psicanalista, não há segredo. Sem rodeios ou justificativas, a única coisa que você deve fazer é dizer “não”. 

Ainda assim, alguns pais encontram dificuldade na tarefa, já que é comum crianças - e principalmente adolescentes - argumentarem contra a negativa. O segredo é não se deixar abalar por isso. “Você argumenta com os seus amigos. O pai é quem dá o corte, é ele quem fala não”, rebate. 

“‘Mas meu filho vai achar injusto’. A vida é justa? Você quer que ele ache que a vida é justa? É bom mostrar dentro de casa que não é assim que funciona”, completa. 

Leia também: Sete erros dos pais na hora de impor limites

Como falar "não" podendo dizer "sim"

mãe e filha brava arrow-options
shutterstock
Profissional alerta sobre como falar "não" é importante para o processo de formação de crianças e adolescentes

Não há dúvida de que os pais querem sempre o melhor para os filhos. Nessa tentativa de evitar que passem vontades e enfrentem frustrações, os adultos acabam oferecendo tudo o que podem. No entanto, Mônica alerta que disponibilizar tudo o que querem nem sempre é o melhor caminho. 

“É muito difícil falar ‘não’ podendo falar ‘sim’, mas sou muito categórica nesse aspecto. Eu acho que quanto mais você dá, mais você tira. É uma frase que eu acredito muito”, pontua. Para a psicanalista, é interessante encorajar e desafiar os filhos a correr atrás e conquistar aquilo que desejam. 

Leia também: 9 passos para impor limites aos filhos

A conquista é algo que dá prazer e isso é positivo para o crescimento daquela pessoa. “Conquistar faz você se sentir uma pessoa boa e importante. Não conquistar nada faz você se sentir um nada e isso não é bom. Você quer que o seu filho se sinta um nada ou uma pessoa que conquista algo?”, aconselha. 

Nesse sentido, para além da tarefa de impor limites no dia a dia, é importante que os pais exercitem o “não” para garantir uma boa educação . “Não dê para o seu filho o que ele quer, mas o que ele precisa. Isso é bem diferente”. E, em muitos casos, o que ele precisa é ouvir um “não” para ser incentivado a lutar para conquistar o que quer.  

    Leia tudo sobre: