Tamanho do texto

"Meu trabalho é proteger meus filhos, saber que alguém socou a cabeça do meu filho e eu não vi e não fiz nada para protegê-lo é terrível”, disse a mãe

Quem já passou pela fase dos "terríveis dois anos" de um bebê sabe como é difícil lidar com as birras, ainda mais em locais públicos. Porém, enquanto há  mulheres que se unem para ajudar as mães que estão com filhos pequenos, outras não sabem lidar com a situação. 

mulher guiando carrinho de supermercado
shutterstock
Segundo relato da mãe, a mulher desconhecida também tentou passar por cima do bebê com um carrinho de supermercado

Um exemplo é o caso de uma desconhecida que socou um menino porque ele estava chorando no supermercado. A mãe estava de costas no momento da agressão e ficou sabendo dos detalhes por vídeos das câmeras de segurança do local. 

Começo da agressão

O caso aconteceu em uma rede de supermercados em Auckland, na Nova Zelândia.  Ao portal local "NZ Herald", Rebecca, a mãe do bebê de dois anos, contou que o menino estava cansado depois de um dia longo de compras e, por isso, ficou agitado e começou a chorar. 

“Meu filho geralmente não faz isso, mas acho que começou a se estressar com a situação, devo admitir que foi um ataque de birra  bem feio", disse. Então, uma mulher desconhecida, de cerca de 60 anos, que estava vendo a cena tentou passar com o carrinho por cima da criança. 

Sem entender o motivo da reação, a mãe reagiu para defender o filho. "Eu segurei o carrinho e perguntei o que ela estava fazendo. E ela disse: 'Leve ele para casa! Fique quieto! Eu não vim aqui para ouvir isso!'. Todo mundo ficou surpreso com a situação e demorou para uma outra mulher vir me ajudar e dizer que eu era uma ótima mãe, que estava tudo bem”, lembrou. 

Rebecca foi embora depois do ocorrido, mas retornou para ver as gravações da câmera de segurança do supermercado . “Quando fomos assistir as imagens da câmera de segurança, eu percebi que de fato ela havia tentado jogar o carrinho contra meu filho”, contou. Ainda havia algo a mais. 

Leia também: Mulher dá exemplo ao ajudar mãe a cuidar de criança que chorava em voo

Socos deixam funcionários e mãe chocados

Rebecca já havia decidido denunciar a mulher por agressão, mas não sabia que ela havia dado um soco no menino. Foi só quando voltou para casa de novo que os funcionários do mercado lhe contaram sobre o acontecido por telefone.

“Ele disse: ‘desculpe fazer isso, mas acho que é a coisa certa a se fazer. Nós vimos as imagens novamente e percebemos que a mulher, na realidade, deu um soco no seu filho enquanto você estava de costas’. Eu fiquei chocada quando ele me disse isso", afirmou.

A família está em contato com a polícia local para tentar localizar a mulher e prosseguir com a denúncia. Apesar de estar com dois galos por causa da agressão , o bebê está bem. "Meu trabalho é proteger meus filhos, saber que alguém socou a cabeça do meu filho e eu não vi e não fiz nada para protegê-lo é terrível”, finalizou.