Tamanho do texto

Médica alerta que alimentos como pedaço de maçã, pipoca e uva são difíceis para crianças pequenas mastigar e podem causar acidentes graves

Neihana, da Nova Zelândia, tinha um ano e dez meses quando ficou paraplégico após comer um pedaço de maçã na creche. O garoto engasgou com um pedaço da fruta, parou de respirar e teve uma parada cardíaca.

Leia também: Mãe mostra fotos e faz alerta após filho quase se enforcar em acidente doméstico

Menino paraplégico
Reprodução/Child Forum
Ele engasgou com um pedaço de maçã, ficou sem respirar e teve uma parada cardíaca, o que fez com que ficasse paraplégico

O acidente também fez com que Neihana sofresse uma paralisia cerebral, precisando ficar dois meses internado. Como sequela, o menino acabou ficando paraplégico , sem conseguir engolir e falar.

Leia também: Mãe posta foto da filha com perna quebrada e alerta sobre cuidados com crianças

Alerta após garoto ficar paraplégico

criança comendo maça
shutterstock
Médica alerta que alimentos crus como pedaço de maçã, pipoca e uva é mais difícil para crianças pequenas mastigarem

O caso aconteceu em maio de 2016, mas só foi divulgado recentemente pela médica Sarah Alexander da ONG Global Child Forum . “O menino agora tem uma lesão cerebral hipóxica e uma severa paralisia cerebral. Ele não consegue falar, engolir e nem mover seu corpo”, explica.

Sarah usou o exemplo como um alerta para os riscos de dar alimentos crus ou difíceis de mastigar para crianças pequenas. “Dar alimentos como um pedaço de maçã crua, pipoca, uva, entre outros para crianças pequenas, como a creche fez, não é recomendado. Elas podem engasgar”, alerta.

Leia também: Acidentes com crianças voltam a crescer; carregadores e berços são os vilões

Neihana continua fazendo acompanhamento médico, já que desde o acidente tem sofrido infecções no pulmão. A decisão da ONG de tornar público o fato de o garoto ter ficado paraplégico veio de um acordo da família para alertar sobre os riscos de oferecer alimentos fáceis de engasgar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.